Olá Visitante! Cadastre-se ou faça seu Login
Login com Facebook
ou
Você está em Brusque / SC

Você está aqui: Home / Colunistas / Brusque em Segurança / A violência urbana
Atualizado


A violência urbana

A CULPA É DA POLÍCIA...


 


 


      Diariamente escuto a expressão acima quando se fala no aumento da violência e da criminalidade. Os índices de ocorrência policiais a cada ano também aumenta, as estatísticas comprovam que os números de ações delituosas no município de Brusque e região estão aumentando, os crimes de maiores repercussões como homicídios, assaltos e roubos também já são noticiados com mais frequência, com tudo isso vem à pergunta inevitável, o que mudou? Qual o motivo desse aumento? Quem é o culpado? E tantas outras perguntas que tentam entender esse problema.


      A violência e a criminalidade aumentam em países que funcionam mal os mecanismos de controle social, político e jurídico. Em países como o Brasil, de instituições frágeis, profundas desigualdades econômicas e de classe e uma tradição cultural de violência, a realidade do cotidiano dos habitantes das grandes cidades é violenta. Uma das causas do crescimento da violência urbana no Brasil é a aceitação social da ruptura constante das normas jurídicas e o desrespeito á noção de cidadania.


       As polícias fazem o seu serviço diuturnamente, apesar de todas as deficiências de efetivo, equipamentos e de reconhecimento da própria sociedade, onde o policial doa o seu maior bem, que é a vida, para assegurar a essa mesma sociedade uma melhor sensação de segurança e bem estar. As prisões estão abarrotadas, e os flagrantes, prisões e ações policiais são diárias. Se a impunidade no Brasil é uma constante, por temos uma legislação em muitos casos que não alcança os nossos anseios, se o sistema prisional é uma calamidade e a impunidade é uma constante, o problema não é oriundo dos órgãos policias, que mesmo com todos estes entraves tentam fazer o seu trabalho da maneira possível.     


      No Brasil, a principal “ação errada”, que antecede a violência e a criminalidade é o desrespeito. O desrespeito é produto das injustiças e afrontamentos, sejam sociais, sejam econômicos, sejam de relacionamentos conjugais, etc. É de desrespeito em desrespeito que as pessoas acumulam tensões nervosas que, mais tarde, explodem sob a forma de violência, ou seja, a má educação, a falta de raízes familiares fortes e o amor fraterno, entre outros fatores, prevalecem hoje na conduta do ser humano em sociedade.


       Assim como a família, a escola tem um papel fundamental na sociedade, pois é na escola que se aprende a conversar, a interagir em grupos, a resolver conflitos fora do lar, e mesmo a discutir. A Escola é o lugar das palavras, onde se aprende a escrever e a ler. A violência é a impossibilidade da palavra, acontece quando se recusa a palavra para resolver com armas alguma coisa que poderia ser conversada.


       Portanto, devemos buscar as causas que produzem o fator violência, através de políticas públicas, voltadas ao social, fortalecendo os laços familiares e a sua estrutura, para que, juntos, possamos ter uma geração mais sadia, mais amada e mais responsável com suas obrigações como cidadãos. E a culpa é da polícia?


 


      “Você nunca sabe que resultados virão da sua ação.Mas se você não fizer nada, não existirão resultados.” (Mahatma Gandhi).


 


 


 


       Um grande abraço!



Fonte: Moacir Gomes Ribeiro

Deixe seu comentário

Você está em Brusque / SC
Portal Brusque
Unidade Brusque, SC


-
© 2008-2017 Copyright Franquia Portal da Cidade ®