Olá Visitante! Cadastre-se ou faça seu Login
Login com Facebook
ou
Você está em Brusque / SC

Você está aqui: Home / Colunistas / Brusque em Segurança / Profissão: Policial Militar
Atualizado


Profissão: Policial Militar

        Quando realizei a minha inscrição no Vestibular da ACAFE em 1987 para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina não tinha nenhuma dúvida da minha vocação para servir a referida Instituição, bem como estava ciente das dificuldades inerentes a uma profissão bem diferente das profissões tradicionais que conhecemos. Tinha ciência que uma parte da sociedade mantinha uma relação de desconfiança com a imagem da Polícia Militar, além é óbvio dos riscos inerentes a profissão, principalmente, nos tempos atuais.


        Nos meus mais de 29 anos atuando como Policial Militar fui me conscientizando que o nosso juramento realizado no dia da nossa formatura “... mesmo com o risco da própria vida”, não seria pura retórica e formalização de belas palavras de efeito, o risco é iminente durante 24 horas por dia, somos a primeira defesa da sociedade, e, consequentemente, também estamos expostos a criminalidade e a violência. Mas também aprendi que os nossos instrumentos de defesa em primeiro lugar não devem ser nossos armamentos ou equipamentos de proteção, mas sim as leis vigentes, com destaque para a Constituição Federal, nossa Carta Magna.


       Quando as pesquisas de opinião pública questionam qual a profissão mais confiável, mais querida, ou sobre o trabalho da Polícia Militar, normalmente as respostas não são as mais favoráveis a Instituição. Diante de tais resultados tenho a consciência que o nosso serviço não é um dos mais “simpáticos” ou “fáceis” de serem realizados. A nobre missão de proteger a sociedade nos impõem ações de fiscalizar, reprimir ou prender, o que não nos proporciona sorrisos afáveis. Não podemos esquecer que alguns fatores pesam como desfavoráveis para a PM, como o regime de exceção que perdurou no País de 1964/1985, utilizando as forças policiais para manter o sistema repressor, sem contar os maus policiais militares que utilizam a nossa farda para desonrar e denegrir os valorosos policiais que diuturnamente doam o seu maior bem: a vida.


       As pessoas esquecem que os policiais militares são resultados da sociedade que aí está: materialista, injusta e individualista em sua grande parte; a sociedade quer uma polícia atuante e rigorosa, mas desde que o alvo não seja a própria sociedade, mesmo sem razão. Fico orgulhoso em verificar que a minha Instituição tem avançado na correção das condutas e ações dos policiais militares fortalecendo a Corregedoria Geral de Polícia, bem como se aproximando cada vez mais das comunidades com os Programas PROERD e Polícia Comunitária, através dos Conselhos Comunitários de Segurança (CONSEG’s).


       O número de famílias desestruturadas a cada dia aumenta, o consumo de drogas (inclusive as licitas, como o álcool) de maneira absurda entre jovens e adultos, a falta de um sistema prisional mais efetivo na recuperação dos detentos, a legislação extremamente condescendente, a falta estrutural e humana das polícias, os problemas do sistema educacional e a falta de políticas públicas e sociais em locais deteriorados que limitam uma visão de futuro entre os jovens são ingredientes que resultam no recrudescimento da violência e da criminalidade, e a sociedade cobra da Polícia Militar que milagrosamente resolva tudo isso, senão... “olha a pesquisa de opinião”!     


              


 


Envie seu comentário para 18bcmt@pm.sc.gov.br


 


“Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados.” (Mahatma Gandhi).


 


       Um grande abraço!


 


 


       



Fonte: 18º Batalhão de Polícia Militar

Deixe seu comentário

Você está em Brusque / SC
Portal Brusque
Unidade Brusque, SC


-
© 2008-2017 Copyright Franquia Portal da Cidade ®