Portal da Cidade Brusque

Brusque

“Eu ajudo na lata” entrega a 10ª cadeira de rodas

Protagonismo de duas meninas chamou a atenção dos organizadores

Postado em 13/12/2019 às 06:47

(Foto: Divulgação/Reprodução)

Esperança. Esse é o sentimento que habita em quem participa do projeto “Eu ajudo na lata”. É preciso esperança para acreditar que os poucos lacres de alumínio arrecadados se somarão a uma corrente infinita de bondade, capaz de transformar a doação em uma cadeira de rodas, adaptada às necessidades de quem precisa.

A estudante Eduarda Kruschinski, de 11 anos, vive cheia de esperança. Tanto, que não se intimidou de recolher entre familiares e amigos, os lacres solicitados para a campanha através da Escola de Educação Básica Padre Theodoro Becker, no bairro Bateas. Mais do que isso: ela acreditou que este movimento poderia beneficiar o seu padrinho, Marcelo Luiz Raddatz, de 38 anos, que nasceu com paralisia cerebral. 

“Eu sempre escutava que a campanha destinava a venda dos lacres para a compra de cadeiras de rodas. E quando percebi este movimento dentro da minha escola, perguntei para a minha mãe e para a vó se poderia sugerir que o meu dindo fosse um dos beneficiados”, conta a menina, ao lado de sua irmã gêmea Gabriela, também protagonista desta história. 

Juntas, as duas meninas procuraram a direção da escola que, sensibilizada, entrou em contato com a Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) que, desde 2014, realiza a campanha “Eu ajudo na lata”, em parceria com a Unimed Brusque e demais parceiros. 

“Nunca deixei de ter a esperança de que esta ideia daria certo. A cadeira usada pelo meu dindo vivia no conserto e, agora, ele tem uma cadeira de rodas adequada”, comemora a menina, que não conteve a emoção ao ver o sorriso de Marcelo enquanto recebia o tão esperado presente. 

A 10ª cadeira de rodas adaptada, entregue pelo projeto “Eu ajudo na lata”, na tarde desta quarta-feira, 11 de dezembro, no hall de entrada do Centro Empresarial, custou a venda de 854 quilos de lacres, o que corresponde a mais ou menos 1.500 garrafas pets cheias do produto. Este é o resultado de mais uma ação carregada de esperança. 


Missão cumprida 

Para a presidente da ACIBr, Rita Cassia Conti, foi preciso um ajuste na agenda de final de ano, mas nada seria tão prioritário quanto a entrega desta cadeira de rodas. “Até mesmo pela curiosidade que envolveu esta doação: duas irmãs gêmeas se mobilizaram para beneficiar o dindo, com deficiência física e mental. A direção da escola entrou em contato com a Associação Empresarial e nós conseguimos fomentar esta possibilidade. Mais uma vez a ACIBr, ao lado da Unimed, assume o protagonismo de fazer o bem em prol da comunidade”, pontua a presidente.

Segundo ela, em cinco anos de projeto, o “Eu ajudo na lata” já alcançou a marca de oito mil quilos de lacres doados, cuja receita já ultrapassa R$ 27 mil, aplicada na compra e doação de 10 cadeiras de rodas adaptadas. “No próximo ano gostaria de ampliar esta iniciativa e buscar ainda mais engajamento para a continuidade do projeto que é tão importante”, enfatiza.

Para a gestora de Responsabilidade Social da Unimed Brusque, Camile Rebeca Bruns, a expectativa desta entrega ainda em 2019 também foi alcançada. “A partir do pedido de uma menina, nós fizemos uma visita à família, até para entender o contexto. E, sim, a cadeira que o tio utilizava era bastante precária. Ao longo do projeto temos contemplado pessoas através da indicação da Apae Brusque e Escola Charlotte, mas ficamos felizes também com este pedido, vindo da comunidade”, detalha Camile.

Outra característica da campanha é o crescente interesse e engajamento das crianças, sobretudo através do incentivo das escolas. “São arrecadados lacres em gincanas ou ações relacionadas ao meio-ambiente. Um trabalho que acontece voluntariamente, no qual a venda se materializa em uma cadeira de rodas. Acredito que a seriedade e a transparência sustentam este projeto, que sempre aumenta sua atuação. Juntar 700 quilos de lacres não é fácil, mas com o apoio da comunidade é possível continuar atendendo quem precisa”, ressalta Camile.

Também participaram do ato de entrega a diretora da Escola de Ensino Fundamental Professor José Vieira Corte, Andreia de Souza Sgrott, acompanhada por quatro estudantes do primeiro ano, que realizaram a coleta de lacres ao longo de 2019. Apae de Brusque, Rede Feminina de Combater ao Câncer e Lions Clube, parceiros da iniciativa, também acompanharam a entrega

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário