Portal da Cidade Brusque

Teatro

Espetáculo Ao Som dos Teares, sobre a tragédia da Villa Renaux, reestreia dia 19

Ingressos para as apresentações do Trama Grupo de Teatro já estão disponíveis nos pontos de venda; Saiba como adquirir.

Postado em 07/10/2019 às 08:10 |

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação )

(Foto: Divulgação )

Um sucesso de público está de volta aos palcos. Ao Som dos Teares, espetáculo teatral que propõe à plateia reviver a história real contada no livro Tragédia e Mistério na Villa Renaux - O Caso Criminal que Abalou Santa Catarina (Insular, 2000), reestreia dia 19, sábado, às 20h, no Teatro do Cescb - Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque. Nova sessão ocorre no domingo, 20, às 19h. Os ingressos já estão disponíveis nos pontos de venda (veja onde comprar em “Ingressos”). 

A montagem do Trama Grupo de Teatro é inspirada na obra literária escrita pelo brusquense João Carlos Mosimann, que se debruçou sobre o acontecimento que comoveu a sociedade, mobilizou Judiciário e imprensa nos idos de 1949: a precoce morte do jovem industrial Ivo José Renaux, neto do Cônsul Carlos Renaux, no palacete onde vivia com a esposa, Dagmar Sylvia, na Avenida Primeiro de Maio, em Brusque.  

Parceiros 

Talinda, L6S Consultoria e Treinamento, One Ticket e Despachante Mafra patrocinam os eventos. São apoiadores: Beto Pães e Doces; Centro de Treinamento Sorjai; Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (Cescb); Griô Filmes; Livraria e Papelaria Graf; Perfil Cabeleireiros; Portal da Cidade - Brusque, Rádio Araguaia; Renaux View e Raffcom.

Ingressos 

Em Brusque: bilheteria do Teatro do Cescb, Livraria e Papelaria Graf, Verrückt Saison, Auto Posto Ipê e Lemus Esportes. Em Botuverá: EVS Pedrini. Pela internet: www.oneticket.com.br. Até o dia 18, as entradas serão vendidas ao preço único de R$ 25. Nas datas das sessões, a inteira será R$ 50 e a meia entrada, R$ 25.

Ao Som dos Teares 

Ao Som dos Teares estreou em 31 de agosto de 2016, em sessão lotada no Teatro do Cescb. A peça foi criada ao longo da Oficina de Montagem Teatral O Ator Criador - Experimentação de Um Processo Criativo em Teatro, promovida em Brusque pelo Ministério da Cultura e a Prisma Cultural, no âmbito do 2º Bq(en)Cena - Temporada de Teatro e ministrada por Silvio José da Luz. O espetáculo voltou à cena nos dias 14 e 15 de outubro daquele ano, quando o Teatro do Cescb lotou mais duas vezes. A conquista marcou o início da trajetória do grupo Trama.

Nos dias 5, 6 e 7 de maio, e 5 de agosto de 2017, o trabalho voltou a registrar grande público. Everton Girardi assumiu a direção do trabalho para as sessões seguintes, em 11 e 12 de novembro, quando a montagem integrou o 3º Bq(en)Cena e foi apresentada pela última vez. 

Para esta reestreia - numa edição comemorativa e aprimorada, a partir da releitura das cenas originais, o grupo conta com a direção de Luciano Mafra. Os eventos são alusivos aos três anos de atividades ininterruptas do Trama e buscam consolidar a identidade do grupo na abordagem da história regional. Também é da trupe a peça Fanny, A Rainha da Cidade, que estreou em março de 2019 via projeto contemplado pelo Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Brusque. 

De acordo com a produção do espetáculo, Ao Som dos Teares foi assistido por aproximadamente 2.500 pessoas entre 2016 e 2017. O texto original da peça está registrado na Biblioteca Nacional, na cidade do Rio de Janeiro, em nome de seus autores - Claiton Bigliardi, Everton Girardi e Talita Garcia. 

Sinopse 

Em 1949, um jovem industrial é encontrado morto, com um tiro na cabeça, no palacete onde vivia com a esposa na Avenida Primeiro de Maio, em Brusque, Santa Catarina. O inesperado acontecimento comoveu a sociedade, repercutiu na grande imprensa brasileira e se revestiu de interrogações nunca esclarecidas. Distintas interpretações foram lançadas ao fato, sem, contudo, chegar a desvendá-lo. Teria ele sido assassinado ou pôs fim à própria vida? Enquanto indícios apontavam como suspeita a mulher do finado, as lacunas investigativas conduziram a trama para um improvável desfecho.

Ficha Técnica 

Um espetáculo do Trama Grupo de Teatro.

Interpretação: Andressa Lauz Bigliardi, Arthur Bigliardi, Everton Girardi, Janaina Antônia Cavalcante Garcia, Jenifer Schlindwein, Juliete Silva, Lívia Telles, Luís Henrique Petermann, Roner Lucas, Talita Garcia, Thiago Martins.

Dramaturgia: Claiton Bigliardi, Everton Girardi e Talita Garcia.

Direção 2019: Luciano Mafra.

Figurinos: Andressa Lauz Bigliardi.

Maquiagem: Jéssica Tavares.

Iluminação: Edson Luiz Albino Junior.

Cenário: Luciano Mafra.

Direção de audiovisual: Ricardo Weschenfelder e José Luiz Day.

Trilha original: João Guilherme Schaefer Minatti.

Direção de filmes publicitários: Luís Henrique Petermann.

Assessoria de imprensa: Talita Garcia.

Classificação indicativa: 14 anos.

Fonte:

Deixe seu comentário