Portal da Cidade Brusque

Show solidário

No próximo domingo (5) tem live julina no Portal, sô!

Festerê com a cantora Jordana Brogni e com a dupla Vini e Cauê terá lucros revertidos para a campanha #TodosPorLuiza

Postado em 29/06/2020 às 17:30 |

(Foto: Divulgação)

Buscando movimentar o setor musical brusquense, ao mesmo tempo em que pratica solidariedade, a cantora Jordana Brogni e a dupla recém-criada Vini e Cauê realizam, no próximo dia 5 de julho, a Live Julina em prol da campanha #TodosPorLuiza. A transmissão ocorre a partir das 17h, no Facebook do Portal da Cidade Brusque e, também, no canal Autoral Produções Artísticas, no YouTube.

“A ideia surgiu para estarmos movimentando nosso trabalho como cantores mesmo nessa época de pandemia. Foi a maneira que achamos para continuarmos na ativa”, afirma a artista. “No decorrer da organização da live, tivemos o prazer de encontrarmos a Luiza Emanuelly da Silva, uma bebê que é portadora da Doença de Krabbe, e resolvemos destinar todas as doações dos espectadores para ajudar no tratamento dela, que é aproximadamente R$ 75 mil”.

E pode preparar a bota, o chapéu e a camiseta xadrez. Com o objetivo de representar a cultura brasileira, a live terá o tema de Festa de São João. Além da boa música, a transmissão contará com comidas típicas, brincadeiras tradicionais da época, cantores trajados à rigor e, claro, muita música caipira.

Divulgação da Live Julina

Atrações

Jordana Brogni é cantora e compositora. Natural de Brusque (SC), já trabalha há 11 anos com música, tocando em eventos sociais, bares e casas de shows.

Rhuan Cauê é natural de Goiânia, e está na música desde os nove anos de idade. Atualmente com 23 anos, ele se juntou a Laércio Dematé, natural de Brusque e morador de Botuverá (SC), formando, assim, a dupla Vini e Cauê. A transmissão marcará a criação oficial da dupla.

A live tem o apoio do Portal da Cidade Brusque, da produtora Inspire Filmes, e parceria com a Autoral Produções Artísticas, empresa da cantora Jordana Brogni. Não perca!

Sobre Luiza

Luiza Emanuelly da Silva tem 11 meses e mora no bairro Aymoré, em Guabiruba. A criança luta contra uma doença rara chamada de Doença de Krabee, que atinge um a cada 100.000

nascidos, causando deficiência intelectual, paralisia, cegueira e surdez e até a morte.

Hoje Luiza se alimenta por sonda nasoenteral, não sorri e não tem controle de nenhum membro. Essa doença faz com que seus músculos fiquem mais fracos a cada dia que se passa.

O tratamento de Luiza precisa ser feito com células tronco no Paraguai, na tentativa de interromper o avanço da doença. Porém, o custo desse tratamento é de US$ 15 mil, aproximadamente 74 mil reais.

Vamos juntos ajudar? O link da Vakinha online é vaka.me/926893.

Como doar

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário