Portal da Cidade Brusque

Nova Era

Bancos digitais se tornam indispensáveis para a indústria bancária

Os bancos digitais – e não apenas as plataformas online de bancos estabelecidos, internet banking – têm mudado conceitos e predileções dos clientes.

Postado em 04/07/2019 às 16:17 |

(Foto: Divulgação )

O mundo digital é uma realidade em diversos segmentos da sociedade. Apesar disso, muitas empresas ainda atreladas a formatos de negócio constituídos antes do surgimento da internet, têm o desafio de mudar as regras que orientavam o progresso de seus negócios antes da era digital. Através da transformação digital é possível se transformar e florescer.

A transformação digital é o processo que acontece com as organizações que adotam formas inovadoras de fazer negócios para melhorar o desempenho, aumentar o alcance e garantir resultados melhores com base em avanços tecnológicos. É uma mudança radical na estrutura das organizações, e não apenas uma presença superficial. Neste cenário, os serviços financeiros vêm se reposicionando no mercado graças às novas tecnologias da transformação digital.

O termo “banco digital” é vasto, por vezes compreendido de forma errônea. Qual a definição de um banco digital? Como ele se compara aos tradicionais internet banking? Quais os benefícios, desafios, e riscos de abrir uma conta em um desses bancos? Essas e outras questões são apresentadas agora para que você compreenda a importância dessa nova era para a indústria bancária atual.

Conceito

De forma sucinta, um banco digital significa digitalização completa do banco e de suas atividades, programas e funções. Pegue o Banco Inter, por exemplo. Não se trata apenas de digitalizar os serviços e produtos, mas de automatizar todo e qualquer tipo de relacionamento bancário, o que vai muito além da plataforma bancária online e móvel disponível nas app stores. O que o cliente percebe como automatização de seus serviços é só a ponta do iceberg.

Os bancos digitais possuem uma transformação completa de seus ambientes de funcionamento – backend e frontend, e tudo o que há entre eles – para ambos clientes e empresários. Para funcionar, os bancos dependem de grandes dados, análises e o que há de mais recente em termos de tecnologia a fim de melhorar a experiência do usuário. Um banco só pode ser considerado digital se todas as funções – desde desenvolvimento de produtos a atendimento ao cliente – terem sido completamente digitalizadas.

Benefícios

O cliente que usufrui de uma conta bancária digital experimenta uma quebra de paradigmas. Para o usuário da era digital, tudo é mais simples. O TED (transferência eletrônica disponível) é gratuito, o que permite ao usuário transferir seu dinheiro sem taxas. Para quem usa sites que movimentam grandes quantias de dinheiro, como a gigante NetBet (empresa do ramo de cassino online brasil), ter como fazer transferências sem taxas é inovação e certeza de que o cliente irá fidelizar. Fica mais fácil, inclusive, investir em corretoras ao usar o TED gratuito.


Banco LeasePlan reduziu seus custos operacionais em 60% ao utilizar meios digitais. (FONTE: FinTechlnShorts)

Impacto na indústria bancária
Um aspecto importante para os bancos é a redução dos custos, afinal eles precisam continuar competitivos. Na era digital, bancos que não investirem em digital banking estarão se condenando aos gastos com hardware e software que os permitam continuar atualizados e operantes. Para se ter ideia do impacto nos custos, o banco holandês LeasePlan conseguiu obter uma redução de custos em operações de aproximadamente 60% ao se tornar digital.

A competição é outro ponto importante na era digital. As fintechs e outros novos queridinhos do Brasil, como Nubank, Digio, Next etc. deram uma reviravolta no que se entendia por operações bancárias. Como resultado, a procura pelos novos serviços aumentou, afinal quem não quer ficar livre de pagar taxas? É só olhar para os bancos bem estabelecidos e perceber que eles se tornaram mais caros, portanto menos atrativos. Ser digital, logo, é ser competitivo.

No cenário atual, os bancos digitais – e não apenas as plataformas online de bancos estabelecidos, internet banking – têm mudado conceitos e predileções dos clientes. Os novos bancos digitais trazem consigo pontos importantíssimos para a indústria bancária, sobretudo em se tratando de custos e competitividade. Mas isso não é tudo. A era digital só está começando, e ainda há muitos aspectos que impactarão na forma de usar os bancos.


Fonte:

Deixe seu comentário