Portal da Cidade Brusque

Financeira

Especialista dá dicas para uso consciente do saque do FGTS

Segundo economista, o recomendado é que todos façam o saque dos R$ 500,00, pois o valor renderá mais em qualquer outro tipo de aplicação.

Postado em 23/08/2019 às 17:11 |

Já está disponível para saque o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no entanto, o Congresso Nacional ainda pode alterar as regras para retiradas. Entre as principais discussões está a possibilidade de aumentar o valor, que atualmente, está estabilizado em R$ 500,00.  

No entanto, aqueles que já fizeram o saque não precisam se preocupar pois não serão prejudicados. O economista e professor do Centro Universitário de Brusque (Unifebe), Wagner Dantas, explica que o saque inicial de R$ 500,00 deve ser feito por todos.

Segundo ele, a melhor opção de aplicação do dinheiro é inicialmente, quitando dívidas. Para aqueles que não estão com pendências no nome e pretendem investir o dinheiro, o economista orienta que qualquer outra aplicação renderá mais que no FGTS.

“Em termos conservadores as aplicações no Tesouro Direto rendem em torno de 6 a 7% ao ano que já é o dobro”, explica Dantas. “Bancos como o NuBank, por exemplo, já pagam 100% do DI, outra opção”, complementa. 

Saque Aniversário

Com o saque aniversário, o trabalhador terá uma nova opção para realizar o saque de parte do dinheiro do FGTS todos os anos. O novo formato passa a valer a partir de 2020, no entanto, quem optar por esta modalidade, não poderá sacar o saldo total da conta, caso seja demitido sem justa causa. Só receberá uma multa de 40% no FGTS.

Para Wagner Dantes, neste modelo é preciso observar qual o montante que está no FGTS. “Se a pessoa tem mais de R$20.000,00 poderá retirar R$2.900,00 por ano sendo que caso seja demitida sem justa causa não poderá sacar o saldo. Ficará com uma bela quantia rendendo pouco no FGTS”, explica.

Fundo Pis/Pasep

O Governo também liberou o saque total das cotas do fundo PIS/Pasep. Neste caso, tem direito ao benefício aqueles que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988, mas ainda não retiraram o valor.

Os saques já começaram no dia 19 de agosto para os cotistas com conta corrente ou poupança nos bancos. O saque não possui um prazo limite. “OS R$5.000 do PIS deve seguir a mesma linha de raciocínio. Incluindo para ambos que pagar dívidas atrasadas é a melhor opção de todas. Para quem tem conta corrente ou poupança na CEF já deve estar recebendo e quem não tem vai receber de acordo com a idade e cronograma estipulado pela CEF”, finaliza Dantas.


Fonte:

Deixe seu comentário