Portal da Cidade Brusque

Decisão

Liminar proíbe o “Uber de ônibus” de funcionar em SC

Confira o que alegam as duas partes envolvidas na ação judicial

Postado em 14/02/2020 às 14:24 |

(Foto: 4Bus)

A Justiça concedeu liminar favorável ao Sindicato das Empresas de Transportes de Santa Catarina (SetpeSC), na ação que busca impedir o aplicativo 4Bus, criado em Brusque, de funcionar.

O software, conhecido também como “o Uber de ônibus”, consolidou-se por proporcionar viagens cerca de 60% mais baratas, o que causou animosidade no setor de transportes, richa semelhante a existente entre taxistas e motoristas de aplicativos.

Em nota de esclarecimento postada nas redes sociais, a empresa se diz indignada com o esforço proferido pelo sindicato de tentar barrar o que ela considera um avanço da tecnologia de serviços para o cidadão.

“A 4Bus não concorda com estas tentativas de se fomentar reservas de mercado, nem com falsas alegações de irregularidades. Defendemos a livre-concorrência - que traz benefícios à população, como qualidade, segurança e preço justo”, disse a empresa, em sua página no Facebook.

A publicação teve grande apoio popular. “Infelizmente temos empresas em nosso estado que tentam monopolizar. Essa semana ainda precisei usar esses serviços e sempre fico decepcionada, pois, além de ter preços exorbitantes, o atendimento e o conforto são péssimos. Torcemos pelo 4Bus, vocês ainda vão conseguir, assim como o Uber conseguiu e mudou o sistema aqui em nosso estado”, disse uma das usuárias, Silmara Jasinski Da Silva.

Em sua petição, o sindicato alega que 4Bus não se assemelha ao Uber, já que organiza viagens intermunicipais e interestaduais, o que é um serviço público, organizado para assegurar sua universalidade.


Fonte:

Deixe seu comentário