Portal da Cidade Brusque

Negócios

Sala do Empreendedor já contabiliza 1200 atendimentos

Projeto é uma iniciativa da Prefeitura de Brusque, em parceria com o SEBRAE SC

Postado em 29/08/2019 às 15:23 |

(Foto: Divulgação/Reprodução)

Inaugurada há dois meses, a Sala do Empreendedor já contabiliza uma alta adesão dos empresários municipais e realiza uma média de 30 atendimentos diários e 600 mensais. Criada com o intuito de facilitar a abertura de empresas e auxiliar o empreendedor, desde seu lançamento foram abertos 753 protocolos de pedidos para abertura e alteração de empresas, além de 526 novas empresas inseridas no mercado brusquense.

Até o final do ano, o serviço municipal possui uma agenda de cursos e oficinas relacionados a marketing, administração financeira e gerenciamento de negócios, em parceria com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Os eventos acontecem sempre na segunda semana de cada mês, para todos os MEI’s. Há, inclusive, a pretensão de se criar um portal dentro do site da prefeitura, para reunir todos os serviços e informações pertinentes aos microempreendedores individuais (MEI’s) e demais empresários de maneira fácil.

Para 2020, a Sala do Empreendedor tem projetos para atender não só MEI’s, mas, também, todo tipo de empresário, além de desenvolver melhor o processo de educação, com maior oferta de cursos e oficinas “Queremos que estas imersões sejam mais recorrentes e aconteçam pelo menos duas ou três vezes por mês. A Sala fez parceria com universidades, empresas de consultoria e instituições bancárias com a intenção de que esses parceiros venham até a Sala fazer o atendimento ao MEI ou desenvolvam um curso para fomentar a educação desses empresários. Existe também um projeto com os bancos para que pelo menos uma vez na semana tenha um representante da agência na sala para atender os MEI’s e incentivar e os negócios”, ressalta Cristiano Baumgartner, agente de desenvolvimento da Secretaria da Fazenda. 


A Sala 

O projeto é desenvolvido pela Secretaria da Fazenda em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico que, além do atendimento de abertura de MEI, centralizou a parte de planejamento urbano necessário para abrir uma empresa como: representante dos Bombeiros, da Vigilância Sanitária Municipal, FUNDEMA (Fundação Municipal do Meio Ambiente) e também a JUCESC (Junta Comercial do Estado de Santa Catarina), que presta orientação aos contadores em relação aos atos de abertura e constituição de uma empresa. 

A Sala realiza abertura e alteração de empresas, faz orientação de emissão de nota fiscal de serviço, faz viabilidade se às atividades econômicas podem ser exercidas e também é possível tirar todos os alvarás ali mesmo sem precisar se deslocar a outros lugares.

Fonte:

Deixe seu comentário