Portal da Cidade Brusque

Tecnologia

Startup Hiper inaugura nova sede na antiga Schlosser

Empresa tem como meta empregar 250 pessoas nos próximos meses

Postado em 10/04/2018 às 07:45 |

(Foto: Portal da Cidade Brusque)

(Foto: Portal da Cidade Brusque)

(Foto: Portal da Cidade Brusque)

Se antes o barulho das máquinas e teares marcavam o ritmo no parque industrial da empresa Schlosser, hoje, a primeira indústria a se instalar no parque fabril desativado e revitalizado por Luciano Hang, dono da Havan e novo proprietário do espaço, não faz fumaça... Além de computadores, a ferramenta mais valiosa desta empresa limpa são os cérebros.

Inaugurou, durante a noite desta segunda-feira (9), a nova sede da startup brusquense Hiper que, há seis anos no mercado, já bateu a marca de 10 mil clientes que utilizam o seu software de gestão e frente de caixa.  Hoje, a meta é, de acordo com a corporação, ter em breve "100 mil clientes felizes".

Para isso, é preciso expandir. Se atualmente são 100 funcionários, nos próximos meses, com a nova e espaçosa sede, este número pode chegar a 250.

"A gente começou a planejar esse novo passo da nossa história em junho, que foi mais ou menos quando o Luciano Hang adquiriu esse espaço. Como eu trabalhei na Havan e tinha vários amigos de jornada, liguei e perguntei o que eles iam fazer com esse espaço. Imaginei que seria um espaço, um point para empresas inovadoras na cidade. E falaram que era isso exatamente o que iam fazer", ressalta o CEO da Hiper, Tiago Vailatti.

Para o empreendedor, o município de Brusque tem a oportunidade e o potencial de ser um grande pólo de tecnologia da informação, faltando apenas incentivos para que ideias inovadoras tenham a oportunidade de se desenvolver. 

"Temos todas as condições de ter uma empresa de grande porte em Brusque. E a cidade precisa muito de um novo pilar na economia, que saia um pouco das tecnologias sujas", complementa.

A nova sede da Hiper, na Vila Schlosser, conta uma espécie de arquibancada, chamada de "arena", várias mesas para os colaboradores que já estão na empresa e os que estão por vir, além de uma área de diversão,  com direito, até mesmo, a uma mesa de sinuca e um barzinho.

Este tipo de espaço é tendência nas startups em todo o mundo, baseado na ideia de que o colaborador feliz, motivado e realizado produz mais do que os trabalhadores que estão no local apenas por obrigação.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas