Portal da Cidade Brusque

Economia

Varejistas esperam obter 4% de crescimento em vendas com Dia dos Pais

Vestuário, acessórios e calçados são os principais itens que figuram entre as intenções de compra

Postado em 02/08/2019 às 17:47 |

(Foto: Ana Massambani / Portal da Cidade Brusque)

Basta caminhar um pouco pelo centro da cidade para notar que a maior parte das lojas estão em liquidação. O período atípico deste inverno 2019 que chegou mais tarde e com poucos dias de frio intenso é um dos principais motivos para a baixa nas vendas.

No entanto, com a proximidade do dia dos pais, celebrado no próximo domingo (11) os comerciantes têm expectativa de vendas aquecidas. Uma pesquisa realizada pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas Santa Catarina (FCDL/SC), divulgada nesta sexta-feira (2) aponta que 89% dos varejistas estão otimistas com a proximidade do dia dos pais.

Segundo a pesquisa, o crescimento médio em vendas deve ficar entre 4% e 6%, no comparativo ao mesmo período de 2018. A pesquisa foi realizada ente as 20 maiores cidades com potencial de consumo e, Brusque é uma delas.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Brusque, Fabricio Zen, o número revela que os lojistas estão apostando em promoções e campanhas o que demonstra a sua preocupação com as vendas. “O lojista tem buscado aprimorar o seu negócio e a CDL é parceira nesse sentido dando cursos e aprimoramentos para dar condições ao lojista de melhorar o seu negócio como um todo”, disse.

Realidade

Para a proprietária da Lemus Calçados de Brusque, Eni Teresinha Barni Beuting, a expectativa de vendas da FCDL é a realidade que ela vê em seu comércio que objetiva obter um crescimento de pelo menos 5%, em relação às vendas de 2018. O crescimento parece tímido, mas ela explica. “A gente atribui isso a situação da economia, o desemprego, então a gente pensa em vender no mínimo igual ao ano anterior, com a expectativa de atingir os 5% a mais”, explicou à reportagem do Portal da Cidade.

Já as lojas Havan de Brusque esperam obter cerca de 50% em crescimento com o dia dos pais, em toda a rede de lojas. Para isso, a empresa aposta nos setores de lazer e ferramentas.

Presentes

A mesma pesquisa, também apontou que o valor do tíquete médio para o presente está em R$ 142,57. As principais opções que figuram entre as preferidas dos clientes são aquelas considerados “úteis”. Trata-se de artigos do vestuário com 24% da intenção de compra, acessórios com 20% e calçados com intenção de 19% de compra.

A grande procura por calçados como presentes já é sentida na Lemus Calçados, de Brusque. A proprietária Eni revela que os artigos de esporte são os mais procurados. “Os pais ganham presentes que são úteis, como é o caso dos calçados. O que eu estou vendo é que neste ano, está havendo muito procura na área esportista. Eu creio que isso vai só aumentar até a data e nós estamos muito felizes com esse resultado”.

Já a rede de lojas Havan, está direcionando a sua campanha para itens de lazer que facilitarão as reuniões de família, como kits de churrasco, churrasqueiras e banquetas. “Já, no setor de ferramentas, nós pensamos no micro e pequeno empresário, oferecendo produtos de qualidade para quem precisa e que está começando o seu negócio. A outra ideia para o setor foi a de auxiliar os pais dedicados a algum hobby, os chamados ‘hobbystas’, que querem produtos práticos para fazerem pequenos ajustes em casa”, disse a gerente de compras Juliana Nunes.


Fonte:

Deixe seu comentário