Portal da Cidade Brusque

Convênio

Incubadora CITI e IFC firmam parceria em prol do empreendedorismo

Centro de Incubação, Tecnologia e Inovação de Brusque e Instituto Federal Catarinense assinaram convênio na última semana

Postado em 18/11/2019 às 09:08 |

(Foto: Divulgação )

O Centro de Incubação, Tecnologia e Inovação de Brusque – CITI, recebeu a visita de um grupo de estudantes e de coordenadores de Extensão dos quinze campi do Instituto Federal Catarinense, na manhã desta quinta-feira, 14 de novembro, oportunidade em que foi assinada uma parceria, que visa um trabalho colaborativo entre as instituições, com foco no empreendedorismo e desenvolvimento regional. 

A expectativa é para que a partir de 2020, a estrutura do Centro de Inovação, juntamente com o Coworking de Inovação e Tecnologia – CIT, sejam utilizados pelos estudantes do IFC, bem como, os laboratórios e profissionais do IFC, possam atender demandas da Incubadora e suas startups.

O convênio de cooperação técnica, foi assinado pelo diretor presidente do CITI, Vanderlei Albino Leão, pró-reitor de Extensão do IFC, Fernando José Garbuio e diretor geral do Campus de Brusque, Helio Maciel Gomes. 

Cooperação Técnica 

O diretor financeiro do CITI, Alecir Marcos da Silva, destaca que a parceria com o IFC e com outras instituições, busca principalmente, desenvolver o ‘ecossistema de tecnologia’ na cidade de Brusque e região.

“Seja captando mão de obra, auxiliando no processo de formação, na transformação de ideias em soluções, e soluções em negócios, queremos criar efetivamente o que chamamos de ecossistema de tecnologia e colocar Brusque nesse cenário. Hoje temos um déficit de empresas, de mão de obra qualificada, e ao mesmo tempo, uma infinidade de pessoas com grandes ideias e projetos viáveis, sem um local onde possam apresentar essas ideias e transformá-las em negócios. Dentro do Centro de Incubação, temos um programa de mentoria, e dentro desse programa, vamos utilizar professores e laboratórios do IFC. Da mesma forma, a Incubadora vai ceder espaço aos alunos do Instituto Federal, para participar dos programas de capacitação, de pré-incubação, e incubação e aceleração. O objetivo é unir nossos mentores, que são empresários, à questão acadêmica e proporcionar aos alunos e startups aqui incubadas essa troca de experiências. Mostrar aos estudantes como é a vivência dentro de um negócio. Enfim, contribuir para transformar ideias em realidade e fomentar o empreendedorismo”, descreve Alecir. 

O diretor de Extensão do IFC, Éliton Pires, salienta que o compromisso da instituição é criar oportunidades para que os estudantes, além de buscarem empregos e serem bons colaboradores, possam atuar também como empreendedores. “Quando falamos em criar a cultura do empreendedorismo, temos que possibilitar espaços que propiciem essa atmosfera. Pela primeira vez estou visitando uma Incubadora e estou observando como esse ambiente pode contribuir para que o estudante e qualquer outro cidadão, possam de fato criar, inovar, empreender e consolidar a sua empresa, sua startup, no mundo do trabalho. Está sendo muito positiva essa possibilidade de alinhar uma cooperação técnica e definir estratégias, inicialmente envolvendo os campi de Brusque, Camboriú e Rio do Sul, para fomentar a área tecnológica nas regiões do Vale do Itajaí, Médio e Alto Vale. Hoje, o IFC possui 14 mil alunos e dois mil servidores e queremos colocar nossa estrutura à disposição para contribuir, para ser parceira e ajudar a construir uma sociedade melhor”, declara Éliton. 

Incentivo 

Para a coordenadora de Extensão do Campus de Brusque, Ângela Menezes, o convênio com o CITI, faz parte do processo de retomada do IFC em investimentos na área de inovação, empreendedorismo e incubação. “Temos muitos projetos de pesquisa, e a ideia é que os alunos saiam da pesquisa rumo ao mundo dos negócios e ali se estabeleçam. Em contrapartida, como trabalhamos com educação, podemos contribuir com os projetos da Incubadora e com o desenvolvimento da região”, reforça Ângela. 

O alagoano João Rafael Prudente da Silva, de 22 anos, mudou-se para Brusque há um ano em busca de qualidade de vida e formação profissional. O jovem cursa o segundo semestre do curso de Licenciatura em Química, no IFC, e considera a parceria com o CITI, um incentivo aos estudantes.

“Quero ser professor universitário, mas também penso em empreender paralelamente. O Centro de Inovação oferece uma estrutura diferenciada e isso com certeza, irá motivar os alunos a realizarem mais pesquisas, se dedicarem a mais projetos, se interessarem pelo mundo do empreendedorismo e se encorajarem a colocar suas ideias em prática”, avalia o estudante. 

Centro de Incubação 

O CITI visa promover o empreendedorismo, incentivando a transformação do conhecimento em produtos e serviços de valor agregado para o mercado. Com esse objetivo, disponibiliza para as empresas, em processo de incubação, módulos para sua instalação e operação, como apoio na elaboração de solicitações para acesso às agências de fomento e investidores privados; assessoria na elaboração dos planos de investimento e desenvolvimento de negócios; apoio jurídico empresarial, de propriedade intelectual e design; assessoria em marketing, comercialização e relacionamento com grandes empresas; capacitação em gestão empresarial; infraestrutura de uso compartilhado, salas de apoio e reunião, e acesso à internet banda larga.

A Incubadora atua como representante da Associação Catarinense de Tecnologia – ACATE em Brusque, e funciona junto ao Coworking de Inovação e Tecnologia – CIT, anexo à Felog, na Rodovia Antônio Heil, Km 23. Mais informações sobre o Centro de Incubação, podem ser obtidas pelo telefone (47) 3255-6109 ou pelo site www.incubadoraciti.org.br.

Fonte:

Deixe seu comentário