Portal da Cidade Brusque

Enem 2020

Notas do Enem divulgadas hoje pelo MEC

Conheça o Sisu, o Prouni e o Fies e saiba quais são as possibilidades para ingressar no ensino superior

Postado em 17/01/2020 às 10:45 |

(Foto: Agência Brasil)

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) possibilita, desde 2004, que pessoas do Brasil inteiro ingressem no ensino superior. Neste ano, foram mais de 4 milhões de participantes que nesta sexta-feira (17) já podem consultar o resultado das provas para ingressas em programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).


Sisu

O Sistema de Seleção Unificado é destinado para estudantes que visam concorrer à uma vaga na rede pública de ensino, seja federal, estadual ou municipal. Os candidatos utilizam a nota do Enem para concorrer as vagas, seguindo alguns critérios:

• Apenas o estudante que participou do Exame Nacional do Ensino Médio.

• Obter nota na redação diferente de zero.

• Não ter participado do Enem na condição de “treineiro”.

O candidato poderá fazer a inscrição em dois cursos e, durante os três dias, acompanhar as atualizações nas notas de corte, podendo trocar as opções conforme as mudanças nessas notas. Por isso, a recomendação é que cada estudante fique atento aos processos  para não perder as datas. Veja como está o cronograma para este ano:

• Inscrições: 21 a 24 de janeiro de 2020

• Resultado: 28 de janeiro de 2020

• Matrículas: 29 de janeiro a 4 de fevereiro de 2020

• Lista de espera: 29 de janeiro a 4 de fevereiro de 2020

• Chamadas lista de espera: 7 de fevereiro a 30 de abril de 2020

Prouni

O programa Universidades Para Todos é responsável por bolsas destinadas ao ensino em faculdades e universidades particulares, seja no regime presencial ou à distância. A disposição das bolsas depende do perfil e renda familiar, o candidato pode concorrer às bolsas integrais e parciais.

Além disso, o Prouni possui bolsas reservadas para ações afirmativas, as contas. Em edições recentes do programa foram distribuídas cerca de 20 mil bolsas em Santa Catarina – cerca de 65% delas integrais.

De acordo com o programa, o processo seletivo utiliza as notas do Enem para classificação. Exigindo:

• Ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado na redação.

• Estudantes do ensino médio, da rede pública e da rede particular na condição de bolsistas integrais.

• Comprovar renda familiar mensal bruta de até 1,5 salário mínimo por pessoa para disputar uma bolsa integral ou de até 3 salários mínimos por pessoa para disputar uma parcial.

• Não ter diploma de nível superior.

O ProUni acontece duas vezes por ano, em Santa Catarina ele segue o calendário nacional. A primeira edição em janeiro e fevereiro e a segunda edição em junho e julho. Segundo o Guia da Carreira, no Estado, os cursos muito procurados são: Medicina, que pode exigir nota de corte acima de 750 pontos. Além de Odontologia, Psicologia, Direito e Engenharia podem ter nota de corte perto de 700 pontos. No entanto, alguns cursos são mais tranquilos, que podem ser encontrados com a nota mínima para participar do ProUni, de 450 pontos: Pedagogia, História, Geografia, Sociologia, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira entre outros.

Estudantes de todas as regiões poderão começar a se inscrever no programa no dia 28 de janeiro. Veja o cronograma completo:

• 28 de janeiro a 31 de janeiro - inscrições

• 4 de fevereiro - divulgação de resultados da primeira chamada

• 4 a 11 de fevereiro - comprovação das informações e eventual processo seletivo próprio das instituições (primeira chamada)

• 4 a 14 de fevereiro - registro no Sisprouni e emissão dos termos pelas instituições (primeira chamada)

• 18 de fevereiro - divulgação dos resultados da segunda chamada

• 18 a 28 de fevereiro - comprovação das informações e eventual processo seletivo próprio das instituições (segunda chamada)

• 18 de fevereiro a 3 de março - registro no Sisprouni e emissão dos termos pelas instituições (segunda chamada)


Fies

Já o Fundo de Financiamento Estudantil  (Fies) é uma alternativa para quem entrou em uma universidade particular e precisa de ajuda para bancas as mensalidades. Com objetivo de facilitar a entrada de pessoas com baixa renda no ensino superior, o Fies atua no financiamento de cursos de graduação no formato de empréstimos.

O programa funciona em duas modalidades. A primeira, oferta vagas com juros zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Nessa, o aluno começará a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda, fazendo com que os encargos a serem pagos pelos estudantes diminuam consideravelmente.

A outra modalidade de financiamento, denominada P-Fies, é destinada aos estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Ela funciona com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento e ainda, com os recursos dos Bancos privados participantes.

Fique ligado e acompanhe o cronograma:

• Inscrições: de 5 de fevereiro até as 23h59 do dia 12 de fevereiro.

• Divulgação dos resultados: 26 de fevereiro.

• Complementação da Inscrição no Fies/seleção pelos candidatos pré-selecionados na modalidade Fies: 27 de fevereiro até as 23h59 do dia 2 de março.

• Pré-seleção em lista de espera: 28 de fevereiro até as 23h59 do dia 31 de março

Agora que você já conhece os programas, fique ligado nas datas. Para mais informações acesse o site https://www.mec.gov.br/.  


Fonte:

Deixe seu comentário