Portal da Cidade Brusque

EDUCAÇÃO

UNIFEBE inicia projeto paisagístico do Bloco da Saúde

Novo bloco do campus deve ser inaugurado ainda em 2020.

Postado em 28/10/2020 às 20:06

(Foto: Divulgação/Unifebe)

Mais de 20 mil m² serão transformados pelo Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE), em um espaço de interação entre a universidade e a comunidade. O projeto de paisagismo do Bloco F, iniciado neste mês, marca mais uma etapa da obra do Bloco da Saúde. Segundo o arquiteto e professor da instituição, Karol Carminatti, a ideia é trabalhar características de humanização e sustentabilidade em um projeto que será o piloto para a revitalização de todo campus.

“Queremos transformar o campus em um espaço verde, trazer um aspecto de pertencimento, com mais áreas de convivência, lugares de encontro e permanência. Nosso objetivo é contribuir para mudar a cultura da nossa sociedade e, quem sabe, até ser exemplo para outras instituições de ensino ou cidades”, salienta Karol.

O projeto baseado nos pilares da sustentabilidade romperá os muros da universidade e envolverá a comunidade com ações além do ensino. “O paisagismo do Bloco da Saúde será o primeiro passo para a revitalização do nosso campus, um marco na nossa história. Serão muito mais que espaços com jardins e áreas verdes, mas serão também ambientes específicos para promover a cultura e exteriorizar o que é feito nas salas de aula”, enfatiza a reitora da UNIFEBE, professora Rosemari Glatz.

Para tornar o campus um espaço de lazer e interação com a comunidade, o projeto contempla a criação da uma horta urbana, plano ciclo viário e exposição de esculturas.

Sustentabilidade

O projeto será um laboratório vivo para os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil. Antes de ser iniciado, os estudantes de Arquitetura e Urbanismo se envolveram no planejamento do espaço, pensando no uso dos ambientes e elencando necessidades. Alguns dos elementos propostos pelos alunos foram incorporados no projeto, e um deles será a construção de um jardim de chuva, responsável por fazer parte da drenagem dos mais de 20 mil m² do entorno do Bloco da Saúde.

De acordo com Karol, o jardim de chuva visa o escoamento das águas sem a tubulação. A técnica é pouco utilizada na região, mas contribui para aumentar o tempo de escoamento e pode auxiliar na irrigação de jardins e gramados. “O jardim de chuva é uma proposta educacional que visa ensinar aos nossos estudantes o quanto ações simples podem ser mais sustentáveis. Será um exemplo real de como podemos mudar aos poucos o ambiente onde vivemos”, conclui Karol Carminatti, arquiteto responsável pelo paisagismo do Bloco da Saúde e professor da UNIFEBE.

O projeto de paisagismo do Bloco da Saúde está em desenvolvimento e deve ser finalizado nas próximas semanas. A entrega oficial da obra para a comunidade acadêmica deve ocorrer ainda este ano.


Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário