Portal da Cidade Brusque

Na Rússia

Com André Baran, Brasil se sagra tricampeão mundial de Beach Tennis

Disputas ocorreram em Moscou, capital da Rússia, maior país do planeta

Postado em 08/07/2019 às 11:05 |

(Foto: Divulgação/Reprodução)

A Seleção Brasileira de Beach Tennis conquistou o tricampeonato mundial da modalidade no último final de semana, em Moscou, capital da Rússia. No antigo continente, os representantes canarinhos superaram a anfitriã por 2 a 1, na decisão ocorrida no último sábado (6).

O feito contou com a participação do brusquense André Baran, que participou do torneio novamente ao lado de Vini Font. Este, por sua vez, carrega na bagagem a experiência dos outros dois títulos mundiais, em 2013 e 2018. Nas outras duas oportunidades, o Brasil superou a Itália na finalíssima.

A equipe nacional chegou ao troféu em Moscou após as vitórias nas duplas masculina e feminina, apesar da derrota nas duplas mistas. A manhã começou com Joana Cortez e Rafaella Miiller vencendo as russas Irina Glimakova e Daria Churakova por 7/5 e 6/2. Depois, André Baran e Vinícius Font garantiram o troféu com o triunfo sobre Sergey Kuptsov e Nikita Burmakin por 6/2 e 6/3. O confronto terminou com a disputa do jogo de duplas mistas, em que Marcela Vita e Thales Santos perderam para Irina e Nikita por 4/2, 1/4 e 10-7.

"Foi uma conquista sensacional, incrível. Fomos campeões duas vezes em dois anos. Tenho muito orgulho desses jogadores, pois todos deram o máximo. É bom trabalhar com uma equipe unida desta forma, em que estão todos juntos. Foi um desafio muito duro jogar aqui contra a Rússia, mas conseguimos mais uma vez. Agora, vamos relaxar, descansar, mas logo vamos pensar no próximo desafio, em outubro, no Catar, para buscar outro grande resultado", comemorou o capitão Alex Minozzi, italiano ex-número 1 do mundo e referência no Beach Tennis Mundial, em referência aos Jogos Mundiais de Praia.

A campanha brasileira começou com a vitória sobre a Polônia por 3 a 0 na quarta-feira. Na quinta-feira, o time superou a Espanha por 2 a 1. Na semifinal, disputada na sexta, a vitória foi sobre a Alemanha por 3 a 0. Na decisão deste sábado, a disputa começou acirrada, com as russas chegando abrir 5 a 1 no primeiro set da partida, mas Joana e Rafaella conseguiram reagir e garantir a virada.

"Ganhar aqui da Rússia foi inesquecível. O fato de estarmos perdendo de 5 a 1 e conseguirmos a virada, foi totalmente demais. É sempre maravilhoso representar o Brasil, estou muito feliz. Só tenho a parabenizar a todos da equipe e agradecer a CBT e todos que torceram no Brasil", destacou Joana Cortez.

Presente nos três títulos mundiais brasileiros, Vinícius Font também celebrou a conquista especial, que foi confirmada na vitória dele com o parceiro André Baran. 

"Conquistar esse terceiro título é fantástico para mim, ainda mais jogando ao lado do Baran, que é meu parceiro. Não fizemos grandes jogos contra a Espanha e contra a Alemanha, mas na final foi simplesmente fantástico. Jogamos para cima, de forma agressiva e conseguimos fazer tudo o que queríamos", frisou Font.

Nos últimos anos, a CBT profissionalizou o departamento de Beach Tennis, o que culminou na conquista de importantes títulos e no Brasil se tornando uma das referências mundiais da modalidade. Além dos mundiais, o Brasil é o atual campeão do Pan-Americano e do Sul-Americano, além de dominar o ranking feminino com Rafaella Miiller na primeira colocação.

"A nossa delegação na Rússia está de parabéns. A CBT não mediu esforços para fornecer as melhores condições para que os atletas se preocupassem só em jogar Beach Tennis, podendo mostrar a sua melhor performance em quadra. O bicampeonato consecutivo coroou todo o investimento por parte da entidade e comprometimento por parte dos atletas e do capitão. Agora, o momento é de comemorar, mas também de pensar em coisas maiores para um futuro próximo. Tenho certeza que o Beach Tennis brasileiro já se tornou uma referência em nível mundial", afirmou Rafael Westrupp, presidente da CBT.

O Time Brasil também jogou, neste domingo, a decisão da categoria juvenil, mas o time liderado pelo capitão Juca Russo foi derrotado pela Itália por 2 a 0. A equipe foi formada por Andressa Konell, Luana Nery, Victória Marchezini, Augusto Oliveira, Emilio Giorgetta e Ricardo Santos.

Fonte:

Deixe seu comentário