Portal da Cidade Brusque

COPA DO BRASIL

Lateral do Remo, Ronaell reencontra o Brusque e relembra passagem pelo clube

Ex-atleta do Brusque elogia e prega respeito ao clube, mas se mostra confiante na classificação para a próxima fase

Postado em 19/02/2020 às 06:22 |

(Foto: Celio Bruns Jr/Portal da Cidade Brusque)

O confronto entre Brusque e Remo, pela segunda fase da Copa do Brasil, será de reencontro de um ex-atleta do Bruscão com o Augusto Bauer. 

O lateral esquerdo Ronaell atua no clube paraense desde o ano passado. No Remo, conquistou o Campeonato Paraense de 2019. Ele vestiu a camisa do Brusque entre 2017 e 2018.

O jogador avalia o início da temporada do Remo de forma positiva. O treinador, Rafael Jaques, assumiu a equipe no final do ano passado após boas campanhas pelo São José (RS).

"Ainda estamos conhecendo o trabalho do professor e nos adaptando a ele, mas ele é um excelente técnico, uma excelente pessoa e já está demonstrando resultados. De seis jogos na temporada, vencemos cinco. Espero que a gente possa estar evoluindo a cada treino e buscando melhorar cada vez mais", afirma. 

Ronaell conquistou o Campeonato Paraense pelo Remo em 2019. Foto: Arquivo pessoal

Calendário mais folgado

Se o calendário do Brusque anda apertado e com uma verdadeira maratona de jogos, o dos paraenses é mais espaçado. Os jogos do estadual acontecem apenas nos finais de semana, o que na opinião do camisa 6 do Remo é benéfico para a recuperação da equipe. "Temos um pouco mais de tempo para descansar e trabalhar, além desse tempo ser um fator importante para nos aprimorarmos".


Atleta é titular do Remo e disputou todas as partidas da equipe neste ano. Foto: Samara Miranda/Clube do Remo

O que sabem do Brusque

Ele revela que atletas e comissão técnica conhecem o time do Brusque e tece elogios à sua ex-equipe. "É um time de muita qualidade, sólido, que manteve muitos jogadores e com isso vieram os títulos. Pregamos total respeito ao Brusque, sabemos da dificuldade da partida, mas também sabemos que temos condição de fazer um bom jogo e sairmos classificados. Se entrarmos focados e concentrados temos condições de voltar para Belém vitoriosos", salienta. 

Memórias Quadricolores

O ex-jogador do Brusque teve um bom início no clube, sendo uma das principais peças na equipe comandada por Pingo na Série D 2017 e posteriormente por Jersinho e Picoli na Copa Santa Catarina.

No Catarinense, no ano seguinte, não conseguiu repetir as boas atuações e começou a sofrer com lesões. Sobre a passagem dele pelo Quadricolor, ele diz que mantém contato com antigos companheiros, como o atacante Edu e o zagueiro Neguete.

"São excelentes pessoas, são meus amigos. Não só os jogadores, mas também toda a diretoria, pessoas que eu tenho um imenso respeito e carinho".

Ronaell afirma que não se surpreende com o sucesso recente do Brusque. "Lá atrás já sabíamos que esse momento iria chegar para o clube. Tem pessoas sérias comandando e estão colhendo os frutos", aponta. 


Ronaell nos tempos de Brusque, em 2017. Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Ainda se referindo a seu tempo como jogador do Brusque, ele destaca como seu principal momento a Série D de 2017. "Pude fazer grandes jogos, inclusive marcando gol. Tenho um respeito enorme pela torcida, foi uma época maravilhosa que vivi vestindo a camisa do Brusque, mas hoje represento uma nação, um clube muito forte que é o Remo e estou focado para essa partida que será muito difícil mas espero que a gente saia classificado", relata.

Jersinho

Ronaell também falou sobre Jersinho, com quem trabalhou no Bruscão. Inclusive, o na época auxiliar recebeu sua primeira oportunidade como treinador. Sobre o técnico do Brusque, o lateral também guarda boas lembranças. "É um merecedor disso tudo. Naquela ocasião teve que ter resultados rápidos com uma equipe que nem foi ele quem tinha montado. Depois pegou uma bagagem importante e os resultados dizem por si. É um vencedor, e desejo muito sucesso a ele. Mas que nesse jogo, o Remo possa sair vencedor", elogia. 

Voltaria ao Brusque?

Questionado se voltaria a vestir a camisa do Quadricolor, Ronaell se esquiva. "O futuro a gente deixa nas mãos de Deus. Mas é um clube que tem meu respeito, quem sabe no futuro eu possa estar aqui novamente. Enquanto isso, estou focado no Remo e no jogo de quinta-feira. Estou muito feliz de estar vestindo essa camisa". 

Lei do Ex

Costuma-se chamar de "Lei do Ex" quando um atleta marca um gol contra o ex-clube. Além do mais, dizem que a lei não costuma falhar. Mas será que ela voltará a legislar amanhã no Augusto Bauer? Ronaell responde. "Não me preocupo tanto com isso, até porque pra mim é um pouco mais difícil fazer gols. Mas pretendo sim fazer uma grande partida e espero que a gente possa sair vencedor", finaliza. 







Fonte:

Deixe seu comentário