Portal da Cidade Brusque

ANÁLISE

Brusque de Jersinho enche os olhos e faz torcida sonhar com bi do Catarinense

Desempenho da equipe mesmo após mais de 100 dias sem entrar em campo impressiona e faz Quadricolor apresentar o melhor futebol do estado

Postado em 10/07/2020 às 14:46 |

(Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC)

Nem parecia que o Brusque estava há 116 dias sem entrar em campo. No retorno do Campeonato Catarinense, a equipe comandada por Jersinho foi fiel à sua ideia de jogo e poderia até ter voltado de Joinville com um placar mais elástico.

Parecia também que o Quadricolor era o mandante. O Bruscão tratava de adiantar suas linhas e fazer uma pressão alta que encurralava o Joinville e obrigava o Coelho a apostar nas bolas longas. O JEC também apostou em jogadas pelas pontas, e em alguns momentos conseguiu se aproveitar da ofensividade dos laterais do Brusque para chegar ao gol de Zé Carlos, um fator a ser observado por Jersinho.

Um dos destaques da noite foi o atacante Alex Sandro. Não é de agora que o rápido ponteiro do Bruscão vem adquirindo mais confiança e infernizando as defesas rivais. Sua função vem sendo bastante parecida com a de Jefferson Renan, mas com um pouco menos de técnica e um pouco mais de explosão e força do que o camisa 11 do título da Série D. Já no primeiro minuto de jogo, ele levou perigo ao gol adversário e participou de pelo menos mais três jogadas que quase resultaram em gol.

O resto do time, continua em perfeita sintonia. Também é preciso valorizar a precisão de Marco Antônio no cruzamento que originou o gol Quadricolor, o bom cabeceio de Edu, a grande defesa do goleiro do Joinville e o oportunismo e a eficiência de sempre de Thiago Alagoano para balançar a rede.

Cada vez mais, Jersinho consegue transmitir e executar sua ideia de jogo. Para quem o acompanha de perto, sabe como o treinador foi essencial no título da Série D do ano passado, ainda como auxiliar. E desde que assumiu como técnico, o time vem jogando cada vez mais com a sua cara. Solidez defensiva, meio campo fluído e uma mistura quase perfeita entre pressão, intensidade e precisão, gerando situações de gol em vários setores da defesa adversária. Elementos que colocam o Bruscão com o status de favorito ao tão esperado e sonhado bi-campeonato catarinense, que nunca esteve tão perto.

O otimismo e a auto estima do torcedor quadricolor andam em alta. E o mais importante de tudo, o Brusque conseguiu manter seu plantel mesmo durante a pandemia e ainda trouxe boas opções para o banco de reservas. Dá para dizer que hoje, Jersinho têm peças de reposição à altura em todas as posições. Pelo que vem apresentando desde o começo da temporada, é possível atestar: o Brusque joga o melhor futebol de Santa Catarina. 

Ainda falta um caminho a percorrer, o futebol é dinâmico e Jersinho sabiamente mantém os pés no chão. Mas não há como não sonhar diante de um futebol tão valente, voraz e constante, que é praticado da mesma forma independente do estádio. O futebol, também por vezes, é ingrato e pode abreviar esse sonho. Mas o Brusque 2019/2020 já entrou na história como uma das melhores equipes quadricolores de todos os tempos.  


Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário