Portal da Cidade Brusque

EDUCAÇÃO

Psicopedagoga alerta para problemas de aprendizado na volta de aulas presenciais

Após ano de aulas em casa, crianças e adolescentes que já tinham alguma dificuldade de aprendizagem podem sair ainda mais prejudicados com a volta à escola

Postado em 17/02/2021 às 15:57 |

Procrastinar a produção de trabalhos e tarefas, desinteresse na aula, notas baixas, resistência em frequentar a escola. Se muitas crianças já apresentavam um ou mais desses exemplos citados, os pais já devem estar com os nervos à flor da pele só de pensar em como será o ano letivo pós-quarentena. E sim. O retorno das aulas presenciais pode ser um grande desafio. E talvez o problema seja bem maior que apenas não gostar de estudar.

O atraso no desenvolvimento infantil e dificuldades de aprendizagem podem resultar em um mau aproveitamento escolar.

A Clínica Facilitá, em Brusque, é referência em atuação no apoio escolar. E para isso, conta com uma equipe multidisciplinar completa com Psicopedagoga, Neuropsicopedagoga, Psicólogas, Fonoaudiólogas, Nutricionista e Terapeutas Integrativos.


O trabalho da Clínica Facilitá é diagnosticar a causa da defasagem no aprendizado e atuar no desenvolvimento das vulnerabilidades, com foco no apoio escolar.

A transição das aulas on-line para as presenciais pode ser um grande desafio
O início das aulas após um ano todo sem frequentar a escola, devido à pandemia, pode ser muito mais desafiador para algumas crianças e adolescentes. A defasagem do aprendizado pode ficar ainda mais acentuada. Por isso, se você pai ou mãe já percebeu algum sinal de que seu filho possui atraso no aprendizado é melhor não esperar.

Ana Paula, psicopedagoga e uma das sócias da Clínica Facilitá, é especialista no atendimento a crianças e adolescentes há mais de 15 anos. Ela explica que o ano letivo de forma virtual pode ter sido muito mais difícil para um determinado grupo. “Não é só uma dificuldade de aprendizagem que as aulas virtuais ocasionaram em algumas crianças. Mas sim quadros de ansiedade, desatenção, falta de comunicação, isolamento e até depressão infantil. Por isso, o diagnóstico e acompanhamento são tão importantes”.

Na Clínica Facilitá a criança ou adolescente passa por uma primeira consulta onde é realizado um diagnóstico preciso para, então, se iniciar o protocolo personalizado de atendimento. Este pode conter acompanhamento pedagógico, psicológico, fonoaudiológico, entre outros.

Mães e pais têm papel fundamental
Ana Paula destaca que a participação dos pais na observação e acompanhamento dos filhos é de extrema importância. “É necessário ajudar as crianças e adolescentes a manterem uma rotina saudável para melhorar o desempenho escolar. Há diversas pequenas ações que podem ser implementadas no dia-a-dia que farão uma grande diferença”.

No final desta matéria você pode conferir dicas valiosas da psicopedagoga Ana Paula para você, mãe ou pai, trabalhar com o seu filho em casa.

Se você já percebeu algum sinal de que seu filho tem alguma dificuldade no aprendizado, leve-o para uma consulta na Clínica Facilitá.

Você pode tirar dúvidas ou agendar a consulta clicando aqui. 

Ou contate (47) 99923-4441.

A Clínica Facilitá está situada na Vila Schlösser, rua Getúlio Vargas, no centro de Brusque.


Dicas para os pais trabalharem com os filhos em casa
- As atividades diárias devem seguir uma rotina, com horários para refeições, banho, tarefa de casa, estudo, diversão etc. 

- Não adianta apenas pedir para a criança ou adolescente que ele seja organizado, que preste mais atenção e que tente se controlar. Os pais e familiares devem servir de modelo e, desse modo, devem ter as mesmas atitudes que esperam que a criança/ adolescente tenha.  

- Converse com o seu filho para que ele diga como você pode ajudá-lo. 

- Crie regras e coloque limites. As regras e as ordens para as crianças e adolescentes devem ser curtas, simples e claras. Elas devem ser combinadas e seguidas por todos os adultos que são responsáveis pela criança/ adolescente. 

- Faça um planejamento com o seu filho de como será a rotina dele. No fim do dia, faça junto com ele uma revisão de tudo o que ele fez e como foi.

- Ajude o seu filho a ser organizado, fazendo com que ele se acostume a usar relógio, calendário e agenda. Ensine-o a fazer listas e bilhetes para si mesmo e colocar em um mural para se lembrar dos dias de prova e de outros compromissos importantes.

- Crie um espaço adequado para seu filho estudar em casa, de preferência um lugar iluminado, com uma mesa e uma cadeira confortável. 

- Deixe a casa sempre organizada, com as coisas sempre no mesmo lugar. Ensine seu filho a fazer o mesmo com as coisas dele (material escolar, brinquedos), pois assim ele saberá onde estão as coisas que precisa.

- Uma idéia para ajudar na organização é tirar uma foto do quarto da criança/ adolescente arrumado. A foto servirá de modelo para ele saber como deve ser a organização do quarto.

- Elogie os comportamentos positivos de seu filho e valorize quando ele se esforça (mesmo que não consiga acabar a atividade).

- As consequências (positivas ou negativas) devem ser apresentadas imediatamente após os comportamentos da criança/ adolescente. Não deixe as broncas e os elogios para depois. 

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário