Portal da Cidade Brusque

Grave

O que se sabe sobre assalto e agressão contra idosa no Azambuja

Homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Brusque

Postado em 31/07/2020 às 11:01

(Foto: ilustração)

Guarnições da Polícia Militar de Brusque atenderam, durante esta quinta-feira (30), a um caso de assalto ocorrido na rua Daniel Barni, bairro Azambuja.

Conforme informações apuradas pela reportagem de Portal da Cidade Brusque, uma mulher de 88 anos de idade, identificada como Isaltina Virgilino Raiser, teve sua casa invadida por um bandido. Do local foi levado a quantia de R$ 1,2 mil em dinheiro e alguns tapetes.

Segundo a PM, a idosa ainda foi brutalmente agredida pelo assaltante, restando desacordada no chão de sua casa, em meio a uma poça de sangue. Um vizinho ouviu o grito da vítima, e visualizou o suspeito saindo com alguns tapetes debaixo do braço.

O criminoso trajava shorts xadrez de cor clara (sujo com sangue da mulher), possuía estatura baixa, pele clara e pouca barba.

“As guarnições de serviço realizaram rondas constantes desde a hora que foram acionadas para ocorrência (...) durante uma dessas rondas, uma das equipes foi abordada por populares e de acordo com as informações recebidas chegaram ao suspeito que reside próximo ao local dos fatos e vende tapetes”, informou o tenente coronel PM Otávio Manoel Ferreira Filho, comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar (18º BPM) de Brusque.

No local, os militares entraram na casa, após serem autorizados pelo pai do suspeito. A princípio, não foi localizado nem o dinheiro e nem o shorts com sangue. No entanto a guarnição localizou e fez a apreensão de um par de calçados, cujo o solado é semelhante as pegadas encontradas no local do crime.

Durante diligências, os policiais conseguiram obter imagens de câmeras existentes pela região, associando o suspeito às filmagens. Os PMs ainda tiraram uma foto do homem, que àquela altura já estava detido, com o objetivo de mostrar ao vizinho da vítima, que acabou reconhecendo o suspeito como autor do delito.

“O par de calçados que foi apreendido foi entregue para o Instituto Geral de Perícias. Diante dos fatos a guarnição fez a detenção e condução do suspeito para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram feitos os procedimentos cabíveis”, finaliza o comandante.


Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário