Portal da Cidade Brusque

Política

Hospital Azambuja pleiteia R$ 500 mil de senador Jorginho Mello (PL)

Recurso foi destinado à instituição e será repassado por intermédio do Fundo Municipal de Saúde para enfrentamento à covid-19

Postado em 03/08/2020 às 17:46

(Foto: ilustração)

O Hospital Azambuja deve receber uma verba de R$ 500 mil através da Portaria nº 1.666/20, repassada pelo senador catarinense Jorginho Mello (PL).

Na tarde desta segunda-feira (3), foi realizada uma reunião na Prefeitura de Brusque, com a participação do prefeito Jonas Oscar Paegle, do vice-prefeito José Ari Vechi, do diretor administrativo do Hospital Azambuja, Gilberto Bastiani, do secretário da Diretoria do hospital e gerente de RH, Marcílio César Ghislandi, do assessor do senador, Aldinei Eugênio de Souza, e os integrantes do PL em Brusque, Leandro Noldin e coronel PM Moacir Gomes Ribeiro.

O objetivo do encontro foi fazer a entrega simbólica da verba e discutir os trâmites necessários para que ela esteja disponível para utilização dos atendimentos covid-19 no Hospital Azambuja. A verba deve ser passada integralmente ao Hospital Azambuja, conforme pedido do próprio senador.

Conforme informações da Prefeitura de Brusque, para receber este recurso o hospital necessitará da apresentação de um plano de trabalho e aprovação do Conselho Municipal de Saúde (Comusa).

O recurso, será depositado na conta do Executivo municipal, mais especificamente do Fundo Municipal de Saúde, e após a aprovação do Comusa, poderá ser repassado ao hospital.

De acordo com o vice-diretor administrativo do Azambuja, a verba vem em um momento muito oportuno, diante do crescimento do número de casos de Covid-19 na cidade.

“Com relação aos materiais médicos, estamos em um momento em que tudo está em falta, e o que ainda tem, está muito caro, são valores exorbitantes que estamos pagando em medicamentos e materiais para serem usados no enfrentamento à Covid. Também enfrentamos dificuldade na contratação de profissionais de enfermagem, mão de obra escassa em nossa região”, revela.

Bastiani ressalta, que o recurso será utilizado na compra de materiais e medicamentos para o combate à Covid e em alguns outros insumos.

“Nesse momento em que abriremos mais 12 leitos de UTI, o consumo será muito alto de materiais e medicamentos. Vamos contratar também mais 30 técnicos de enfermagem de Fortaleza, onde a Covid está em queda. São profissionais que já atuaram na linha de frente e que virão para cá para nos auxiliar. Então é um recurso que vem em uma boa hora, porque o custo com Covid é enorme para o hospital. Aproveito para agradecer, em nome de todo o hospital, o senador Jorginho Mello e toda sua assessoria”, comenta.

Novos leitos de UTI Covid

O Hospital Azambuja já iniciou os trabalhos para implantação dos novos 12 leitos de Unidade de Terapia Intensiva para pacientes com Covid-19. Os leitos serão instalados em duas áreas da instituição, e já contam com os 12 ventiladores pulmonares e 12 conjuntos de monitores multiparâmetro para UTI, através de doação do Governo do Estado. Além disso, a instituição recebeu a doação de 12 camas hospitalares da empresa JBS. O único impasse continua sendo as bombas de infusão.

“Estamos em negociação com a Prefeitura de Brusque para que consigamos recursos para fazermos a locação dessas 12 bombas de infusão, necessárias para implementação dos novos leitos de UTI Covid. Porém, os fornecedores só fazem esta locação pelo período de um ano, logo, precisamos ter esta definição do recurso para este período”, revela o vice-diretor administrativo do hospital.

Bastiani ressalta ainda, que todas as obras e adequações necessárias nos espaços que receberão estes novos leitos, estão em andamento e que devem ficar prontos até o dia 15 de agosto.

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário