Portal da Cidade Brusque

Polêmica

Vereadores criticam falta de decoração na cidade em alusão à Fenarreco

As críticas foram tecidas durante a sessão desta terça-feira (15); Vereador Alexandre Simas saiu em defesa da decisão da gestão municipal.

Postado em 15/10/2019 às 18:56 |

(Foto: Divulgação )

A ausência de decoração que remeta às festividades da 34ª Festa Nacional do Marreco (Fenarreco), em Brusque gerou embates durante a sessão desta terça-feira (15), na Câmara de Vereadores.  

O debate foi aberto pelo vereador Claudemir Duarte, o Tuta, (PT) que usou o seu espaço na tribuna para criticar inicialmente a sonorização do desfile “foi precária”, disse.

Na sequência, o vereador Celso Carlos Emydio da Silva se posicionou em favor da decisão da administração municipal em priorizar outras demandas, além da decoração da cidade.  

O apontamento foi rebatido pelo vereador Pirola. “Economizar para depois gastar onde?”, questionou. Segundo ele, cada pasta da prefeitura possui um orçamento designado e a decoração poderia ter sido realizada com baixo custo.

“Tenho certeza que a secretaria de trânsito e turismo podem pelo menos colocar TNT e fios coloridos que já deixaria bonito”, sugeriu complementando que “o que acontece é que há falta de organização”.

Já o vereador Marcos Deichmann defendeu que a Fenarreco é uma festa cultural e por estar relacionada à tradição da população brusquense muitas entidades poderiam contribuir. “As entidades, se desfilassem, eu duvido que não estariam ajudando. Pensaram muito no orçamento, mas existem outras formas de se fazer”, pontua.

No contraponto o vereador Alexandre Simas apontou que a decisão do governo foi com a intenção de priorizar a infraestrutura do pavilhão da Fenarreco. “A prefeitura concentrou os investimentos no próprio pavilhão da Fenarreco e havia uma verba para esses serviços. O desfile foi muito bonito”, disse em alusão à fala do vice-prefeito Ari Vequi nas redes sociais em relação à decoração da cidade.

“É justificável quando ele [Ari Vequi] diz quer neste ano foi decidido priorizar outros investimentos. Por muitos anos, em governos anteriores também não houve decoração. Houve críticas e houve pessoas que entenderam que deveria ser desse jeito”.

Ele ainda pontuou que, além da infraestrutura, desta vez, a prioridade da Fenarreco também foi a divulgação da festa. “Inclusive fora de Santa Catarina”, finalizou.


Fonte:

Deixe seu comentário