Portal da Cidade Brusque

Em Itajaí

Autoridades e representantes comunitários discutem obras da rodovia Antônio Heil

Reunião ocorreu na noite desta segunda-feira (27) e documento com indicações de demandas das duas cidades será encaminhado ao Governo do Estado

Postado em 28/05/2019 às 11:03 |

(Foto: Cláudio Dos Santos / Câmara de Vereadores Brusque)

Representantes dos poderes Executivo, Legislativo, além de empresários e líderes comunitários se reuniram nesta segunda-feira (27), em Itajaí, para tratar sobre o desfecho das obras da rodovia Antônio Heil. As obras para 21 quilômetros de duplicação voltaram ao debate após o Governo do Estado anunciar a rescisão de contrato com o consórcio responsável pela obra. A previsão de conclusão dos serviços era para setembro deste ano.

Com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), os serviços são desenvolvidos desde 2015. Com o anúncio do Governo do Estado e a necessidade de ajustes em partes da via, representantes dos municípios abrangidos pelo andamento das obras debatem formas de garantir adaptações ao projeto.

Além da iluminação, passarelas, retornos, construção de marginais, elevados são indicadas como necessidades para o trecho. Um documento será elaborado por engenheiros dos dois municípios.

O vice prefeito de Brusque, Ari Vequi, destacou demandas como sinalização e melhorias na segurança entre as prioridades do momento. Ele afirma ter sido possível chegar em um “denominador comum” na reunião desta semana e que as indicações técnicas serão apresentadas em reunião com representantes do Governo do Estado, em junho.

“ Acreditamos que o melhor caminho. Vamos reunir dois engenheiros, um do município de Brusque e um do município de Itajaí para que apresentem as soluções apresentadas hoje para a rodovia e mantenha aquilo que o projeto original já prevê”, resume. Em março, um laudo já havia sido feito na tentativa de sensibilizar o governador quanto os pleitos das cidades.

Segundo o prefeito de Itajaí, Volnei Morastono, a união entre os municípios na reivindicação é válida e as indicações visam garantir a segurança de quem percorre a rodovia ou mantém atividades próxima do eixo da pista.

“Esta obra precisa ser concluída e há muitas adequações a serem feitas. Não adianta termos apenas uma pista de alta velocidade entre Itajaí e Brusque. Ao longo desta rodovia temos várias comunidades, comércios, escolas, igrejas, creches, postos de saúde e várias situações que precisam ser respeitadas.”


Atualização
O presidente da Associação dos Moradores do bairro Limoeiro de Brusque, Josemir Perin, afirma ter saído satisfeito com o andamento da reunião. Para ele, com a possibilidade de análises técnicas sobre o andamento das obras, a tendência é que as necessidades da comunidade sejam levadas ao conhecimento dos responsáveis pelo serviço. Assim como ele,  o vereador de Brusque Jean Pirola, acredita que a atualização do projeto é positiva. “Saímos daqui com as ideias no papel com aquilo que precisamos para nossa rodovia”, descreve.

Fonte:

Deixe seu comentário