Portal da Cidade Brusque

Região

Missa marcará abertura do processo de beatificação de Padre Léo

Celebração ocorrerá no dia 7 de março de 2020, na Comunidade Bethânia, em São João Batista

Postado em 09/12/2019 às 14:42 |

(Foto: Divulgação/Reprodução)

O padre  deve passar por processo de beatificação do padre Léo Tarcísio Gonçalves Pereira, SCJ, o Padre Léo. O comunicado foi feito pela Comunidade Bethânia, fundada pelo religioso.

A missa e solenidade oficial ocorrerá no dia 7 de março de 2020, com a realização de uma Santa Missa presidida pelo arcebispo de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck. A celebração será na Comunidade Bethânia Recanto São João Batista (SC), local onde Padre Léo manifestou seu amor às pessoas por meio do acolhimento. Após a realização desta celebração, Padre Léo receberá o título de ‘Servo de Deus’, etapa que investigará suas virtudes.

O anúncio oficial ocorreu nesta tarde de domingo, 8, proferido por Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP) acompanhado pelos padres da Comunidade Bethânia, Pe. Vicente de Paula Neto e Pe. Lúcio Tardivo, na Santa Missa das 15h. A celebração foi transmitida ao vivo para todo o país, direto do O Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Moraes, durante o evento Hosana Brasil, data em que Padre Léo celebraria 29 anos de sacerdócio.
Foi durante o exercício do sacerdócio e de sua atuação como diretor de um colégio, em Brusque, que Padre Léo deu início a uma intensa caminhada em prol das pessoas com dependência química. A partir destas vivências junto às crianças e adolescentes e seus familiares, Padre Léo constatou a necessidade de fundar um local que proporcionasse um novo jeito de viver. Assim, inspirada na Bethânia bíblica, ele fundou em 1995, a Comunidade Bethânia – a Casa do Amigos de Jesus.
Nesta missão, ele difundia o “Amor como a única força capaz de mudar as pessoas”, característica marcante do homem Léo Tarcísio, que possuía uma capacidade imensa de ver o que havia de melhor naqueles que já haviam perdido tudo, em meio a drogadição e marginalização. Padre Léo também foi comunicador, apresentador de programas de TV e escreveu 27 livros, a partir da temática da Cura Interior, caminho que percorreu até os últimos dias de sua vida.
De acordo com o autor da causa, Pe. Lúcio Tardivo, bth este é um momento de muita emoção para toda Família Bethânia. “Estamos muito felizes com autorização da abertura do processo. Este é um passo importante nesta caminhada, que contempla aproximadamente 19 etapas”, informa. Padre Lúcio é o presidente do Instituto Padre Léo, entidade responsável pela coleta dos testemunhos dos milagres para depois serem encaminhados ao processo de beatificação. “Convidamos a todos para participarem da Santa Missa e estarem junto com a Família Bethânia neste dia”, acrescenta.
Em 2017, os padres da Comunidade Bethânia, Pe. Vicente de Paula Neto, Pe. Lúcio Tardivo, Pe. Elinton Costa solicitaram ao bispo da Arquidiocese de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck autorização para encaminhar à Roma o pedido de abertura do processo de beatificação. Vale ressaltar que esse processo não tem um tempo determinado para acontecer, tudo depende das etapas que integram o procedimento perante Igreja.
Diante destas etapas a serem percorridas, Padre Vicente de Paula Neto, moderador geral da Comunidade Bethânia, convida a todos os Amigos de Bethânia e os Amigos de Padre Léo a participarem ativamente deste momento. “Contamos com suas orações, testemunhos e doações para que sejam custeados os trâmites do processo”, enfatiza Pe. Vicente.

Serviço:
Missa de abertura: Dia 7 de março de 2020, na Comunidade Bethânia São João Batista (SC).
Testemunhos: os testemunhos devem ser enviados para o e-mail: testemunhos@padreleo.com.br
Doação: colabore com a causa de beatificação do Padre Léo, por meio de doações ao Instituto Padre Léo:
CNPJ: 31.576.826/0001-27
Banco do Brasil
Agência 2629 -8
Conta Corrente 38806 -8

Fonte:

Deixe seu comentário