Portal da Cidade Brusque

DATA ALTERADA

Oktoberfest é adiada para novembro, mas ainda corre risco de não ser realizada

A princípio, festa acontecerá de 11 a 29 de novembro. Em agosto, Prefeitura de Blumenau fará nova avaliação

Postado em 29/05/2020 às 10:48 |

(Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Blumenau por meio da Secretaria de Turismo e Lazer e Parque Vila Germânica, em coletiva de imprensa on-line, nesta sexta-feira, dia 29, informou a decisão de adiar para novembro a 37ª Oktoberfest Blumenau, por conta da pandemia do coronavírus. A festa, que estava marcada para acontecer de 07 a 25 de outubro, deverá ser realizada de 11 a 29 de novembro. No entanto, nova avaliação será feita até o fim de agosto, podendo, se necessário for, cancelar a maior festa alemã das Américas. A organização reitera que está estudando todas as possibilidades e formatos, sempre priorizando a saúde dos visitantes.

Importância

A Oktoberfest não é só uma festa, e os números falam por si. O evento gera, direta e indiretamente, cerca de 6 mil empregos. Ao todo, estima-se cerca de 60 setores beneficiados, impactando desde vendedores ambulantes, taxistas e motoristas de aplicativo, até empresas como hotéis, bares, restaurantes e comércio em geral. No âmbito musical, são mais de 800 artistas que se apresentam na festa. A organização também calcula injeção, todos os anos, de R$ 240 milhões na economia local. Esses números são importantes considerando o difícil ano que passamos.

 “Se nós considerássemos apenas os comentários e pesquisas feitas nas redes sociais, seria mais confortável cancelar. No entanto, nós não queremos nos precipitar. A decisão pode ser tomada em agosto, possibilitando tempo hábil para a montagem da festa com tranquilidade. Não é apenas por lucro, mas sim pela oportunidade que a Oktoberfest gera a milhares de famílias, que ganham renda extra durante a festa. Ainda mais num ano tão difícil”, reitera o prefeito Mário Hildebrandt.

Organização estuda cenários

Tendo em vista que ainda faltam cerca de seis meses para Oktoberfest, a organização está se preparando e estudando todos os cenários possíveis, buscando soluções para garantir a saúde e segurança das pessoas. Enquanto isso, todos os processos licitatórios para a realização da festa continuam normalmente.

 “A população pode ficar tranquila, porque a saúde é prioridade. Se não for possível realizar a festa em agosto, que é o tempo limite, nós faremos o cancelamento. Importante ressaltar que nós ainda podemos esperar”, ressalta Hildebrandt. 

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário