Portal da Cidade Brusque

NOVAS MEDIDAS

Com UTIs em lotação máxima, prefeito anuncia novas medidas contra coronavírus

Duas pessoas só conseguiram vaga na UTI, após leitos serem liberados porque pacientes morreram

Postado em 22/02/2021 às 18:24

(Foto: Prefeitura de Brusque)

Com 803 casos ativos e UTIs lotadas, o prefeito de Brusque, Ari Vequi, e o secretário de Saúde, Osvaldo Quirino de Souza, anunciaram as novas medidas de enfrentamento a covid-19, na tarde desta segunda-feira (22). De acordo com o prefeito, as ações são necessárias devido ao número de óbitos e casos de coronavírus registrados nas últimas semanas em Brusque.

Essas medidas foram tomadas devido a nova onda da doença e da ocupação de 97% das UTIs na região do Alto Vale do Itajaí. Prova disso, são os dados revelados pela Matriz de Risco, divulgada no último sábado (20), que colocam 15 das 16 regiões de Santa Catarina em estado gravíssimo.

Dentre as medidas tomadas, está o cancelamento de cirurgias eletivas. Segundo o secretário, o paciente corre o risco de contrair diferentes infecções, o que pode agravar ainda mais sua situação caso venha a contrair a covid-19.

Outra ação será o fechamento de algumas Unidades Básicas de Saúde. De acordo com Souza, somente nove UBS ficarão abertas. Isso ocorre pela falta de profissionais e pela necessidade de remanejá-los ao Centro de Triagem para que possam atendar a alta demanda. Além de atenderem adultos, o CT também contará com um espaço exclusivo para o atendimento de crianças e adolescentes.

Como forma de detectar pessoas que não apresentam sintomas da doença, Vequi revelou nos próximos dia a Unidade Básica de Saúde do Centro será utilizada para a realização dos testes de pacientes assintomáticas. Os atendimentos dos moradores desta unidade, serão realizados na Policlínica.

Sobre a ocupação dos leitos de UTI do município, os gestores disseram que a o Hospital Azambuja, referência de tratamento da Covid-19, atendido pelo Sistema Único de Saúde, está com a sua capacidade máxima. “No sábado haviam pessoas esperando vaga na UTI e elas só conseguiram porque foi registrado um óbito. Essa é nossa realidade”, revelou.

O prefeito, Ari Vequi e o secretário da saúde, Osvaldo Quirino de Souza, fizeram um apelo à população para que cada um tome os cuidados básicos de prevenção e principalmente com as pessoas do grupo de risco, para que a sistema de saúde não entre em crise. “Há possibilidade de que a saúde entre em colapso essa semana”, enfatiza Ari.


Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário