Portal da Cidade Brusque

CORONAVÍRUS

Especialistas de diversos países realizam estudos sobre contágio do Covid-19

Expertos de diferentes lugares tentam desvendar como se transmite ou não o vírus que assola o planeta

Postado em 25/03/2020 às 14:26 |

(Foto: Reuters)

Há mais de três meses aparecia em uma cidade chinesa chamada Wuhan um novo coronavírus de altíssima transmissão que logo se espalharia em mais de 150 países em todo o mundo e causaria mais de 400 mil infectados e 17.500 mortos.

O vírus, que é 900 vezes menor que um fio de cabelo humano, está se propagando de pessoa em pessoa em todo mundo com muita rapidez, o que obrigou vários países a fechar suas fronteiras e estabelecer prolongadas quarentenas com a finalidade de evitar a circulação interna de seus cidadãos.

Essa situação gera distintos estados emocionais como ansiedade, medo, solidão, temor, tristeza, depressão, entre outros. Mas sobretudo o medo de ser contagiado. O vírus é novo e ainda se sabe pouco sobre como se propaga. Mesmo assim, há orientações sobre as maneiras como ele se transmite e as que não.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os coronavírus são uma ampla família de vírus que podem causar diversos sintomas, desde o resfriado comum até doenças mais graves, como ocorre com o coronavírus (MERS-CoV) que ocasiona a síndrome respiratória aguda severa (SARS-CoV). O Covid-19 é um novo coronavírus que ainda não havia sido encontrado antes em seres humanos.

Os coronavírus podem ser transmitidos dos animais às pessoas. De acordo com estudos, se sabe que há outros coronavírus circulando entre animais, que ainda não infectaram o ser humano.

Essas infecções costumam causar febre e sintomas respiratórios, como tosse e dificuldade para respirar. Nos casos mais graves, podem causas pneumonia, síndrome respiratória aguda severa, insuficiência renal e inclusive, a morte.

As recomendações habituais para não propagar a infecção são a boa higiene das mãos, cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar com um guardanapo ou com o cotovelo, não utilizando as mãos que logo podem tocar outras superfícies e contagiar mais pessoas que também a toquem. Deve-se evitar o contato próximo com qualquer pessoa que apresente sinais de problemas respiratórios, como tosse e espirro.

Se estou perto de uma pessoa doente, vou me contagiar? 

Se ainda há muitas coisas que não se sabe do novo vírus, os especialistas avaliam quatro fatores de contágio: quão próximo você se aproxima, a quantidade de tempo que você está perto da pessoa, se a pessoa expulsa gotas ou gotículas virais sobre a outra ao falar, tossir ou espirrar e quanto você toca seu rosto, fundamentalmente a boca, nariz e olhos. A OMS e os distintos ministérios de saúde do mundo reforçam a premissa que são maiores as probabilidades de que se cruze com uma pessoa infectada se esta está na rua ou em alguma reunião, ou comércio. Esse é o objetivo do isolamento e da quarentena.

O que é uma gota viral?

É uma gota que contém partículas virais. Um vírus é um pequeno micróbio codependente que se prende a uma célula, a invade e se reproduzir e o passa a seu seguinte hóspede. “Esse é seu estilo e ciclo de vida”, expressou o doutor Gary Whittaker, professor de Virologia do Colégio de Medicina Veterinária da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos.

Seu colega, o doutor Kin-on Kwok, professor da Universidade Chinesa de Hong Kong, disse que “um vírus sozinho não pode ir a nenhuma parte a menos de que seja transportado por uma gota de saliva ou de secreções”. Essas gotas se expulsam pela boca ou nariz quando tossimos, espirramos, rimos, cantamos, respiramos e falamos. Se não esbarrassem em algo no caminho, geralmente chegariam ao piso ou a terra. Quando o vírus se suspende em gotículas menores a cinco micrômetros, pode ficar suspenso em média uma hora, segundo alguns estudos.

Julian Tang, um virólogo e professor da Universidade de Leicester, na Inglaterra, está investigando o coronavírus e esteve de acordo com seus companheiros de profissão: “se você pode cheirar o que alguém almoçou, você está inalando o que estão exalando, incluindo qualquer vírus em seu hálito”, comentou.

Quando estou perto demais de alguém?

Os centros de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) nos Estados Unidos recomendam manter uma distância de 1,8 metros de outras pessoas para minimizar a possibilidade de infecção. Uma forma de calcular essa distância é pensar que é mais ou menos o dobro do braço estendido de uma pessoa. 

A OMS enfatiza que 90 centímetros é uma distância particularmente perigosa se você estiver perto de uma pessoa que tosse ou espirra. Outros especialistas em saúde dizem que nesse momento crucial, qualquer distância é curta demais. Ao eliminar todas as interações pessoais não essenciais, pode-se diminuir a curva e manter as pessoas doentes em um nível que seja controlável para os profissionais de saúde.

Quanto tempo devo permanecer perto de uma pessoa infectada?

Ainda não está claro, mas a maioria dos especialistas estão de acordo que quanto mais tempo, mais risco.

O vírus pode durar em uma maçaneta de uma porta, o touchpad de um celular ou outra superfície?

Sim. Depois de que várias pessoas frequentaram um templo budista em Hong Kong, o Centro para Proteção Sanitária da cidade recolheu mostras do lugar. As torneiras dos banheiros, por exemplo, deram positivo nas provas de coronavírus, segundo a agência. Um estudo recente detectou que o novo coronavírus pode sobreviver três dias no plástico e no metal.

Em outros materiais como o papelão, o vírus dura até um dia. No cobre, o coronavírus sobreviveu quatro horas. É irrelevante que uma superfície se veja limpa ou suja, se uma pessoa infectada espirrou e uma gota aterrizou nessa superfície, a pessoa que depois a toque pode infectar-se. Se você lava as mãos antes de tocar o rosto, não deve se contaminar, pois as gotas virais não atravessam a pele. “Os coronavírus são relativamente fáceis de destruir”, disse Whittaker. Mediante o uso de um desinfetante em uma superfície se pode romper o delicado envoltório que rodeia o pequeno micróbio, o que o converte em inofensivo.

Aço inoxidável: 72 horas – 3 dias

Plástico: 72 horas – 3 dias

Papelão: 24 horas – 1 dia

Cobre: 4 horas

Aerossolizada/Poeiras: 40 minutos a 2 horas 30 minutos

Importa a marca ou o tipo de sabão ou sabonete que se usa?

Não, segundo vários especialistas.

Posso me contagiar ao beijar ou ter relações com alguém?

Beijar definitivamente pode ser um motivo de contágio, disseram os estudiosos. Embora os coronavírus geralmente não se transmitam sexualmente, ainda é cedo para saber se através das relações sexuais é possível transmitir de uma pessoa a outra, conforme a OMS.

É seguro comer onde há pessoas doentes de Covid-19?

Se uma pessoa doente manipula comida ou come em algum buffet muito movimentado, não se pôde descartar os riscos, mas esquentar ou requentar a comida deve matar o vírus, segundo Whittaker. O doutor Jha esteve de acordo. “Como regra geral, não temos visto que os alimentos sejam um mecanismo de transmissão”, disse.

Meu cachorro e/ou meu gato podem estar comigo na quarentena de maneira segura?

Milhões de pessoas se isolaram em todo mundo com distintos tipos de quarentenas. Não se tem nenhuma prova de que uma pessoa possa ser um perigo para seu animal de estimação.


Fonte:

Deixe seu comentário