Portal da Cidade Brusque

SAÚDE

Saiba como consumir alimentos orgânicos através de agricultura consciente

CSA Brasil aproxima consumidores de agricultores, priorizando a saúde e o meio ambiente. Veja como participar e retirar os alimentos em Brusque

Postado em 27/05/2020 às 14:49 |

(Foto: Ilustração)

Os produtos orgânicos são uma alternativa que além de trazer benefícios para a saúde das pessoas, colabora com frear significativamente danos ao meio ambiente e a terra de cultivo.

A CSA (Comunidade que Sustenta a Agricultura) é um modelo de agricultura solidária que existe há pelo menos 50 anos em vários países. Neste modelo, o agricultor deixa de vender seus produtos através de intermediários e grandes comerciantes, contando com membros consumidores que financiam sua própria produção de alimentos orgânicos, colaborando assim para o desenvolvimento sustentável da região, com a finalidade de estimular preços justos. A iniciativa existe no país desde 2011, mas já existe desde os anos 1980, quando surgiu nos Estados Unidos. 

É um acordo estabelecido entre quem consome e quem produz com vantagens para os dois lados. Para os produtores, a compra garantida da produção e a maior tranquilidade para se dedicarem ao trabalho sem sofrer com as pressões do mercado. Já os consumidores, asseguram alimentos de qualidade. 

Segundo Paulo Viteritte, Coordenador e Facilitador do CSA Brusque, a iniciativa na cidade surgiu em junho do ano passado. “Surgiu em contato com Natalia Fahrion, que é articuladora da CSA Sítio Flora Bioativas. Ela havia sido contatada por Karin Schaefer, enfermeira a e agendou-se um encontro com a Natália, a Karin e a Noeli, que é produtora orgânica. Mais pessoas foram contatadas para avaliarmos a possibilidade de contemplar Brusque com esta ideia e esse projeto saudável”, explica.

Viteritte diz que em Brusque o CSA tem 12 pessoas inscritas, mas o número de pessoas beneficiadas é ainda maior, pois as famílias dessas pessoas são também contempladas. A retirada dos alimentos - que são produzidos e cultivados em Porto Belo, em um sítio de produtores orgânicos – é feita todas as quartas-feiras, das 12h às 13h, no centro comercial River Mall, na Avenida Otto Renaux.

São produzidos hortifrutis, especiarias, mel, tubérculos e ovos. “A produção naturalmente é sazonal assim como um resgate e apresentação das denominadas Plantas Alimentícias não Convencionais (PANC)”, afirma o coordenador.

Paulo Viteritte ainda diz que a importância de consumir esses alimentos vai além da questão de saúde. “É também ingerir alimentos isentos de agrotóxicos. Alimentar-se é igualmente uma posição sócio política, é mobilizar-se por modelos coletivos, que respeitem o meio-ambiente, a sazonalidade, é resgatar a alimentação saudável. Entendo eu que é posicionar-se contra a monocultura, é promover a diversidade na agricultura – em princípio a alimentação de um grande número de pessoas é bastante monótona, carente de nutrientes, de sabor, de histórias - de saberes. É posicionar-se para a garantia e fortalecimento da agricultura orgânica familiar”, sustenta.

Para que os sítios sejam regularizados, eles necessitam ser certificados como orgânicos, respeitando o cuidado com a terra, com a produção, com o armazenamento e transporte. O sítio que produz os alimentos para Brusque atende quase 100 famílias e os agricultores estabelecem o compromisso de compartilhar de forma transparente as informações sobre seus reais custos de produção, suas necessidades e capacidade de produção. As portas do Sítio Flora Bioativas estão sempre abertas para Co agricultores e famílias contempladas visitarem e conhecerem a área de produção a qual fazem parte.

Como participar?

Qualquer pessoa pode participar, é sugerido pelo grupo formar parte por pelo menos dois meses. Os participantes são estimulados a conhecer novos alimentos e testar novos modos de preparo. Caso algum deles desejar, é possível realizar troca de alimentos com outros membros, na retirada da cesta. Quando os envolvidos não puderem ir retirar sua cesta de alimentos, devem avisar com antecedência, esses alimentos podem ser retirados por outro membro da CSA em seu lugar ou pode ser realizada uma doação para alguma instituição, como escolas e asilos. Em Brusque, é necessário fazer contato com Paulo Viteritte, pelo telefone (47) 99711 3900. Como produtor, é preciso contatar a CSA Brasil.

O que vem na cesta?

A cesta semanal vem com 10 a 14 alimentos incluindo hortaliças, verduras, chás, temperos, raízes, legumes, flores e frutas. O número de itens varia de acordo com o que for combinado entre os membros da comunidade. O preço, com pagamento antecipado via boleto é de R$ 200, que equivalem a quatro parcelas, uma por semana.


Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário