Portal da Cidade Brusque

Melhoria

Salas de vacinação de Brusque recebem câmaras frias

Equipamentos estão substituindo geladeiras domésticas com objetivo de melhorar a rotina de trabalho e reduzir custos operacionais

Postado em 30/07/2019 às 14:13 |

(Foto: Divulgação/Reprodução)

(Foto: Divulgação/Reprodução)

A Secretaria de Saúde de Brusque iniciou o processo de modernização e adequação da legislação de suas salas da vacinação, substituindo gradativamente as geladeiras domésticas por câmaras frias. Uma portaria do Ministério da Saúde de 2016 recomenda que os setores de imunizações passem a utilizar esses equipamentos. Cada um custou R$ 4,6 mil. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Cedrinho, Limeira, Dom Joaquim e a Policlínica Central foram os primeiros locais a serem contemplados. 

As câmaras frias garantem uma segurança na estocagem das vacinas permitindo manter a temperatura entre 2 e 8 graus sem a oscilação comum das geladeiras. Antes, por segurança relacionado a falta de energia elétrica, todo o estoque de vacinas era transportado na segunda-feira para os postos e recolhidos na sexta-feira, para ficarem armazenados na Vigilância Epidemiológica, já que o local possui capacidade de guardar o estoque da cidade. Com as câmaras frias nas UBS, esse serviço não será mais necessário, pois os equipamentos possuem um nobreak com autonomia de 36 horas. Com isso, a secretaria de saúde espera também economizar com o custo operacional. 

“Com a câmara fria, vamos melhorar o controle de estoque, a logística, a distribuição e evitar o desprezamento de vacinas que por ventura percam sua eficácia por conta das variações de temperaturas”, comenta Natália Cabral de Marchi, enfermeira da Vigilância Epidemiológica.

Fonte:

Deixe seu comentário