Portal da Cidade Brusque

QUEDA DA PONTE

Escavação na Ponte Santos Dumont pode não ser a causa do colapso da estrutura

O engenheiro responsável pelo consórcio diz que a causa do colapso da estrutura só será elucidara após um laudo técnico feito por uma equipe especializada

Postado em 22/04/2021 às 19:31 |

(Foto: Divulgação)

Engenheiro responsável pela concessionária à frente da obra da extensão da margem esquerda da Beira Rio, que realizou a escavação na base da ponte, explica que só após laudo técnico será possível apontar a causa.

O motivo que levou à queda da cabeceira da ponte Santos Dumont na noite desta quarta-feira (21) ainda não foi elucidado.

Logo após o incidente, viralizou nas redes sociais e WhatsApp uma foto da cabeceira da ponte sendo escavada. Na imagem a coluna de sustentação da ponte fica à mostra, o que sugere que a ponte ficou sem sustentação segura.

A fim de tirar dúvidas e explicar quais os próximos passos da obra de recuperação da ponte, a prefeitura de Brusque realizou uma coletiva de imprensa no fim da tarde desta quinta-feira (22).

Além do prefeito Ari Vequi, o vice Gilmar Doerner, e a engenheira Andrea Volkamann, estava presente o engenheiro responsável pelo consórcio da empresa Pacopedra Obras de Infraestrutura, Cristian Fuchs.

Ele afirma que as escavações foram feitas de forma cautelosa e que a equipe sentiu segurança em prosseguir porque notaram a presença de uma estaca, que sugeriria a segurança necessária para sustentar a ponte.

“As escavações feitas lá foram realizadas com a necessidade, mas também o cuidado de não acarretar problemas na estrutura. Estamos a algum tempo já buscando informações conjuntas que consórcio e área técnica da prefeitura tem e elas nos mostram que a ponte, naquele lugar, possui estacas de apoio a estrutura do bloco”, revelou o engenheiro.

Fuchs ressalta, ainda, que a imagem foi registrada de longe, dando uma falsa impressão de que grande parte da estrutura foi cavada. No entanto, ele afirma que ficaram expostas cerca de 30 centímetros da estrutura da base.

“É notório que os blocos centrais da ponte estão aparecendo nas estacas. A nossa necessidade era chegar perto de 30 cm abaixo do bloco para que assim pudéssemos construir um muro de proteção. A escavação que foi feita lá, foi muito pouca”, disse Fuchs.

Ele revelou que a causa do colapso da estrutura só será elucidara após um laudo técnico feito por uma equipe especializada.


Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">