Portal da Cidade Brusque

Segurança

Com estiagem, incêndios florestais aumentam em Guabiruba

Praticamente todos os dias os bombeiros são acionados para ocorrências desse tipo na região

Postado em 02/06/2020 às 15:40 |

(Foto: divulgação)

O município de Guabiruba vem registrando um aumento considerável na quantidade de incêndios florestais nas últimas semanas. De acordo com o sargento do Corpo de Bombeiros de Guabiruba Luciano Schlindwein, praticamente todos os dias os bombeiros são acionados para ocorrências desse tipo na região.

Na maioria dos casos, os incêndios foram causados por pessoas que, ao fazerem a limpeza do quintal, decidem atear fogo nos entulhos. “Com o clima seco, qualquer fagulha pode causar um incêndio”, ressalta Schlindwein.

A região vive uma estiagem severa desde o final de fevereiro deste ano, o que torna tudo ainda mais grave. “Além da facilidade para a ocorrência de queimadas, quando elas acontecem é preciso gastar muita água para combatê-las sendo que estamos em um período de falta d´água”, complementa.

Atendimento

O sargento explica que normalmente o Corpo de Bombeiros só é acionado quando um incêndio ameaça alguma residência. “Recentemente aconteceu um incêndio florestal em Guabiruba que teve início ao meio-dia e nós só fomos chamados às 17h quando o fogo se aproximou de uma casa”, afirma.

Schlindwein explica que o ideal é que a população acione os bombeiros assim que avistarem sinais de incêndio na mata. Se o local for acessível, as equipes fazem o combate imediatamente. Quando o local é de difícil acesso, um drone é usado para fazer uma avaliação e, se for necessário, a corporação disponibiliza do helicóptero Arcanjo.

O problema é que, além de gastar muita água, um combate a incêndio também toma muito tempo. “Quando mobilizamos uma equipe, outras ocorrências ficam sem atendimento e a população pode ficar desguarnecida”, informa Schlindwein. “Por isso, o ideal é que as pessoas não usem fogo para limparem seus quintais”, reforça.

Conforme o comando estadual do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, no ano de 2020 a corporação registra até agora um aumento de mais de 400% na quantidade de incêndios florestais. Ainda que seja difícil identificar os causadores, os bombeiros alertam que incêndio florestal é crime previsto em lei.

Preservação ambiental

A secretária de Meio Ambiente da Prefeitura de Guabiruba Bruna Ebele alerta que, além dos perigos e dos danos à saúde, os incêndios florestais provocam grandes danos ambientais, atingindo a biodiversidade, reduzindo a fertilidade do solo e facilitando a erosão. “E o mais agravante, principalmente nesse período de estiagem, é a destruição das áreas de preservação permanente de nascentes e cursos de água. Por isso, solicitamos que as pessoas não acendam fogo próximo à vegetação, visto que estamos em período de poucas chuvas e a nossa mata está muito seca”, alerta.

Quem chamar

A população pode acionar tanto o Corpo de Bombeiros como a Secretaria de Meio Ambiente de Guabiruba ao avistar incêndios florestais sejam eles próximos de residências ou não. Os contatos são os seguintes:

Corpo de Bombeiros

193

Secretaria de Meio Ambiente de Guabiruba

3308-3100 ou pelo e-mail: fiscalma@guabiruba.com.br

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário