Portal da Cidade Brusque

iniciativa

IFC Brusque e grupo “Eu Vejo Você” promovem formação antirracista

Rodas de conversa em parceria com coletivo poderão ser acompanhadas semanalmente pela internet

Publicado em 16/06/2020 às 01:56

(Foto: Reprodução)

O Instituto Federal Catarinense (IFC) e o coletivo “Eu Vejo Você” promovem durante os meses de junho e julho uma formação antirracista em Brusque. Gratuita, a iniciativa consiste na realização de uma série de rodas de conversa envolvendo questões raciais e o protagonismo negro no município.

Ao todo, serão sete encontros virtuais. Os debates acontecerão sempre aos sábados, às 19h, e podem ser acompanhados pela internet. Haverá certificação do IFC aos participantes. 

Apoiada pelo Núcleo de Estudos Afrobrasileiros e Indígenas (Neabi) do IFC Brusque, a ação tem como base o diálogo e o compartilhamento de vivências para promover reflexões coletivas sobre as origens do racismo e seus impactos junto à comunidade.

“É fundamental que instituições de ensino se insiram nestes debates e estimulem o engajamento em prol de uma sociedade sem racismo. O conceito de democracia racial precisa ser amplamente discutido e contestado enquanto algo que não existe atualmente em nossa sociedade, mas que deve prevalecer como uma causa pela qual todos devemos lutar”, explica o diretor-geral do IFC Brusque, Eder Aparecido Carvalho.

Os primeiros encontros ocorreram nos dias 6 e 13 de junho. Haverá ainda atividades nos dias 20 e 27 do mesmo mês e 4, 11, 17 e 25 de julho. Interessados em participar devem acessar o link clicando aqui.

Inscrições

Os participantes que desejarem receber o certificado deverão se inscrever pelo site. Clique aqui e acesse.

Ao acessar o site, o usuário deverá se cadastrar no sistema. Após a confirmação do cadastro, deverá ser feito o login e, então, a seleção do evento “Rodas de Formação Antirracista - 2° Encontro: Enxergue a negritude. Reconheça os privilégios” para que a inscrição seja efetuada.

Manual

A roda de conversa tem como base capítulos do livro “Pequeno Manual Antirracista”, da filósofa Djamila Ribeiro, lançado no início do ano pela Companhia das Letras. Os debates serão mediados por Shayene Ferreira de Jesus, coordenadora do “Eu Vejo Você”.

O grupo foi criado em 2019, em Brusque, após a percepção de situações de racismo velado no município. O coletivo vem atuando em dois eixos: entrevistas sobre vivências negras e oficinas e rodas de conversa, como forma de capacitar a comunidade no uso de ferramentas antirracistas.

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário