Portal da Cidade Brusque

sustentabilidade

Aplicativo produzido pelo IFC de Brusque estimula coleta seletiva

Professores e estudantes do campus estão há três anos desenvolvendo o projeto

Publicado em 02/12/2020 às 01:39
Atualizado em

(Foto: Reprodução)

O Instituto Federal Catarinense (IFC) de Brusque está desenvolvendo um aplicativo para estimular a população a separar os resíduos sólidos domiciliares e encaminhar para a coleta seletiva. A iniciativa sustentável se chama “ReciclaBQ” e está sendo produzida pelo professor de Geografia da instituição Nildo Melo e pelos alunos do curso integrado em Informática Eduardo Venera e Tiago Kohler Fagundes, ambos de 18 anos, que são os desenvolvedores do aplicativo.

O projeto nasceu em 2016, quando o professor Nildo Melo estava lendo uma matéria no jornal que falava sobre porcentagens da reutilização de materiais em Brusque. Ele considerou diminuto o número apresentado em comparação ao total que era coletado. “Constatamos a baixa participação no processo de separação dos resíduos sólidos e encaminhamento para a reciclagem no município. Assim, nós fomos pesquisar os motivos e surgiu a ideia do aplicativo para ajudar as pessoas”, conta.

Um dos alunos que atua na programação do aplicativo, Eduardo Venera, afirmou que a plataforma digital vai ao encontro de uma necessidade da comunidade. Muitas vezes, os próprios moradores não sabem que existe um processo de coleta seletiva no município. “Muita gente não sabe da existência da separação de lixo, de uma coleta diferente. Não é questão de não fazer a coleta por não querer, mas, sim, por não conhecer o processo”, disse o estudante.


Membros do projeto em entrevista ao Portal da Cidade. Foto: Reprodução

O lançamento do aplicativo será realizado em 2021, por conta da pandemia da covid-19, que interrompeu o andamento dos trabalhos. Porém, desde 2017 o projeto já vinha sendo desenvolvido por vários alunos do IFC, que participaram como pesquisadores e programadores. A iniciativa também já foi apresentada em eventos internos da instituição. Assim que o aplicativo estiver oficialmente finalizado, os membros do projeto irão divulgar para as entidades de Brusque, como a Prefeitura Municipal, a Câmara de Vereadores e a Fundema.

Porém, o objetivo principal é divulgar também para crianças nas escolas, incentivando desde de cedo uma participação ativa em iniciativas sustentáveis. Os jovens poderão ainda apresentar para seus pais e colegas, auxiliando no crescimento do projeto. “O próximo passo é a formação de parcerias com o poder público e a ampla divulgação do aplicativo, principalmente nas escolas municipais e estaduais da cidade”, ressalta o professor Nildo Melo.

Desenvolvedor do aplicativo, Tiago Kohler Fagundes explica que a plataforma será detalhada e explicativa. “O aplicativo será bem elaborado, com muitas informações em relação a coleta, tempo de decomposição dos resíduos e outros assuntos de relevância”, afirmou. O estudante conta também que futuramente o aplicativo será readaptado para nível nacional e poderá ser acessado offline, sem necessitar do uso da internet.

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário