Portal da Cidade Brusque

Florianópolis

Deputado catarinense defende "direito da mulher" ser "assediada"

Jessé Lopes (PSL) usou as redes sociais para criticar campanha contra o assédio durante o Carnaval "Não é Não"

Postado em 14/01/2020 às 09:00 |

(Foto: Divulgação/Reprodução)

(Foto: Divulgação/Reprodução)

(Foto: Divulgação/Reprodução)

Uma declaração do deputado estadual Jessé Lopes (PSL), em uma publicação no Facebook repercutiu nacionalmente pelo tom adotado pelo parlamentar. No texto de crítica à campanha “Não é Não”, criada para tentar evitar casos de abuso durante o Carnaval, ele afirmou que a medida “tira o direito” de ser “assediada”.


O deputado ainda atribuiu a campanha à “inveja” do que classificou como “mulheres frustradas” e classificou o movimento como “partidário” e “segregador”. As declarações geraram críticas e, pelo Twitter, Lopes, afirmou ter sido mal interpretado.

Fonte:

Receba as notícias de Brusque no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário